NewsNewsletter

InterPlayers aponta aumento de 96% na venda de antialérgicos

0

A InterPlayers, hub de negócios da saúde e bem-estar, indica que no período entre maio de 2019 e abril de 2020 e maio de 2020 e abril de 2021, as vendas de medicamentos antialérgicos cresceram 96%.  Os estados Amazonas, Paraná, São Paulo, Maranhão, Espírito Santo, Pará, Bahia, Paraíba, Sergipe, Distrito Federal e Alagoas apontaram alta na comercialização desses medicamentos, ultrapassando 100% das vendas, porcentagem maior em relação ao período de maio de 2019 a abril de 2020. Neste mesmo intervalo, o Rio Grande do Norte apresentou pequeno crescimento de 11%, seguido pelo Rio de Janeiro, com aumento de 23%; Minas Gerais, com 60%; Tocantins, com 75%; e Santa Catarina, com 87%, níveis abaixo da média nacional.

A crise sanitária provocada pelo coronavírus potencializou a preocupação da população com a saúde, e as incertezas quanto aos sintomas da covid-19 – muito similares aos de outras doenças respiratórias e alérgicas – estimularam a procura por tratamentos medicamentosos.

A empresa, por meio de pesquisa com dados de suas plataformas, levantou que, no período entre maio de 2019 e abril de 2020 e maio de 2020 e abril de 2021, as vendas de medicamentos antialérgicos cresceram 96%.

Segmentando por estado, entre maio do ano passado e abril deste ano, Amazonas, Paraná, São Paulo, Maranhão, Espírito Santo, Pará, Bahia, Paraíba, Sergipe, Distrito Federal e Alagoas apontaram alta na comercialização desses medicamentos, ultrapassando 100% das vendas, porcentagem maior em relação ao período de maio de 2019 a abril de 2020.

Nesse mesmo período, a empresa apurou que o Rio Grande do Norte apresentou pequeno crescimento de 11%, seguido pelo Rio de Janeiro, com aumento de 23%; Minas Gerais, com 60%; Tocantins, com 75%; e Santa Catarina, com 87%, níveis abaixo da média nacional. É válido ressaltar que os dados representam 21% dos volumes trafegados pelos distribuidores de medicamentos.

“Os números mostram uma tendência nacional no aumento de vendas, o que possivelmente é reflexo das preocupações com a pandemia da covid-19”, afirma Bruna Silvestro, diretora comercial da InterPlayers.

Colaboração para a evolução tecnológica na saúde

Artigo anterior

43% dos brasileiros utilizaram a telemedicina durante a pandemia

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News