News

Celgene e IBM Watson Health desenvolvem colaboração para monitoramento de segurança do paciente

0

A Celgene Corporation e IBM Watson Health anunciaram uma colaboração para co-desenvolver o IBM Watson for Patient Safety, uma nova oferta que visa melhorar métodos de fármaco vigilância usados para coletar, avaliar, monitorar e relatar reações adversas a medicamentos. A nova oferta será executada no Watson Health Cloud.

A colaboração combinará a habilidade de computação cognitiva do Watson com a experiência da Celgene em segurança de medicamentos e gerenciamento de riscos, a fim de criar um sistema de apoio à decisão de segurança de medicamentos baseado em evidências.

O mecanismo de computação cognitiva da Watson aprende continuamente, por isso, espera-se que a nova solução para segurança do paciente seja cada vez mais capaz de ajudar a identificar potenciais sinais de problemas de segurança de medicamentos.

O Watson for Patient Safety está sendo desenvolvido de forma automatizada para permitir a rápida coleta e análise automatizada de altos volumes de dados de diversas fontes, incluindo registros médicos eletrônicos anônimos, registros médicos, bases de dados de reclamações e outras fontes de informação de saúde.

Será projetado para estimular o entendimento das empresas farmacêuticas sobre questões complexas de segurança e fornecer insights baseados em evidências para ajudar a apoiar a compreensão contínua dos perfis de segurança dos produtos farmacêuticos pelas partes interessadas.

Esta abordagem avançada destina-se a ajudar as empresas biofarmacêuticas e outras partes interessadas a gerir melhor e interpretar grandes volumes de Relatórios de Segurança de Casos Individuais (ICSRs) que descrevem potenciais efeitos secundários associados a medicamentos. Em toda a indústria biofarmacêutica esses relatórios estão aumentando em volume e complexidade à medida que as fontes de dados crescem e as regulamentações evoluem.

“Com essa colaboração, pretendemos criar uma mudança de paradigma na identificação dos dados de segurança do paciente que esperamos possa ser aplicada ao longo de todo o ciclo de vida do produto – desde o desenvolvimento inicial até os medicamentos aprovados”, disse John Freeman, MSc, JD, Global Drug Safety and Risk Management para a Celgene. “A nova oferta que estamos co-desenvolvendo trará o poder de computação cognitiva do Watson e sua visão crescente de dados clínicos, de pesquisa e de saúde social para suportar este desafio crítico de saúde”.

“A Celgene estabeleceu um dos primeiros sistemas de gerenciamento de risco e seu compromisso com a fármaco vigilância continua com essa colaboração”, disse Lauren O’Donnell, vice-presidente de Ciências da Vida da IBM Watson Health. “Juntos, esperamos criar uma solução cognitiva que possa ser aplicada em toda a indústria para ajudar os pacientes em todos os lugares, aproveitando nossa plataforma de nuvem”.

O projeto será desenvolvido em fases, com o primeiro módulo antecipado no próximo ano. Ele vai usar a plataforma Watson Health Cloud para Life Sciences Compliance, que oferece uma infraestrutura habilitada para dados de saúde.

TomTom traz para o Brasil pulseira que mede composição corporal

Artigo anterior

Philips investe em solução de business intelligence

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News