InovaçãoNewsNewsletter

Microsoft incorpora recursos tecnológicos focados em acessibilidade

0

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que atualmente existem mais de um bilhão de pessoas em todo o mundo com algum tipo de deficiência. No Brasil, foi detectado que, entre 2014 e 2018, o número de matrículas e estudantes com necessidades educacionais especiais cresceu 33,2% em todo o país, segundo dados do Censo Escolar. Esses números reforçam a importância de medidas de inclusão desse importante parcela da população na sociedade.

Pensando no público em idade escolar, a Microsoft desenvolveu uma série de ferramentas de aprendizagem, oferecidas em Microsoft Word, Microsoft Teams, Flipgrid, OneNote, Microsoft Edge, Microsoft Outlook e Minecraft: Education Edition, que têm como objetivo aprimorar a leitura e a escrita dos alunos, independentemente de sua idade e habilidade. Estima-se que um em cada cinco alunos tem dislexia, por isso, em outubro de 2019, a companhia anunciou que é a primeira empresa a assinar o compromisso Made by Dyslexia, que visa democratizar o apoio à dislexia para que todas as crianças com essa condição recebam o suporte necessário para que consigam ser compreendidas. As iniciativas da empresa em relação à acessibilidade também incluem novas experiências, como o Microsoft Translator for Education, que permite aos educadores interagir com os alunos e suas famílias em seus idiomas nativos e fornecer suporte de leitura e alfabetização por meio de texto e áudio.

Acessibilidade no mercado de trabalho e na vida pessoal como todo também é uma preocupação da Microsoft, que tem colocado esse tema como prioridade ao fornecer soluções inclusivas em ferramentas como o Office 365, plataforma de produtividade na nuvem que reúne ferramentas de trabalho como Excel, PowerPoint e Word e serviços como Outlook, OneDrive e Microsoft Teams, que permitem que as pessoas com deficiência consigam ser mais produtivas e desenvolvam por completo suas competências.

Dentre essas soluções inclusivas estão as opções de Ditado, que permite escrever documentos e e-mails por voz; Revisão de Acessibilidade, que revisa e avalia o nível de acessibilidade de documentos, além de dar sugestões para torná-los mais inclusivos; e o Tradutor de Apresentações, que oferece legendas em tempo real durante apresentações de PowerPoint, sendo útil também para deficientes auditivos alfabetizados, que podem acompanhar as apresentações pelas legendas.

O Windows 10 é outra solução da empresa que apresenta recursos de acessibilidade como a opção Narrador, que lê o texto em voz alta na tela e descreve eventos, como notificações ou compromissos do calendário. Além disso, descreve o conteúdo das fotos para que o usuário possa usar o computador sem ver a tela. O Controle Ocular é outro recurso do Windows 10 que permite que o usuário digite com um teclado na tela, se comunique com as pessoas e controle o mouse apenas com o movimento dos olhos. Por fim, a opção Lupa, permite aumentar parte ou toda a tela para que o leitor consiga visualizar melhor as imagens e textos, além da Leitura Imersiva, série de ferramentas de aprendizagem integradas ao Office 365 que auxilia na leitura e a escrita e ajuda os alunos com dislexia ou outras dificuldades de aprendizagem a ter uma melhor compreensão da leitura, otimizando os contrastes da tela, auxiliando na pronúncia e destacando palavras individuais, além de diferenciar classes gramaticais ao longo do texto.

A tecnologia a favor da acessibilidade 

Durante o ano de 2020, o mundo mudou radicalmente para se adaptar à nova realidade trazida pela pandemia do novo coroanavírus e nesse cenário, a transformação digital foi o carro-chefe dessa mudança, acelerando desde a digitalização de processos nas empresas como promovendo mudanças no formato de trabalho e ensino, que passaram a ser realizados a distância.

A tecnologia teve papel fundamental ao contribuir com a acessibilidade por meio de ferramentas de aprendizado, comunicação e colaboração e para gerar uma mudança significativa na criação de ambientes escolares e de trabalho mais inclusivos. A Microsoft acredita que, por meio da Inteligência Artificial (IA), as pessoas são estimuladas a desenvolverem todo o seu potencial dentro da escola, trabalho e em sua casa e pode melhorar a maneira como as pessoas com algum tipo de deficiência interagem com as pessoas e cenários ao seu redor, além de alavancar o uso da tecnologia na sua rotina. Voltado para ampliar a capacidade humana de pessoas com deficiência, o programa AI For Accessibility, tem como objetivo acelerar a inovação e colocar ferramentas de IA nas mãos dos desenvolvedores para acelerar o desenvolvimento de soluções de IA acessíveis e inteligentes para ajudar a impactar o emprego, a vida diária, as comunicações e conexão desse público.

 

Operadora logística já está preparada para a distribuição de vacinas contra a Covid-19 em 2021

Artigo anterior

5 x 5 Tec Summit debate amanhã os desafios da saúde. As inscrições são gratuítas

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar