News

APP de jogo ajuda crianças com câncer do hospital do GRAACC

0

Um aplicativo de jogo eletrônico criado para ajudar crianças e jovens com câncer. Esta é a finalidade do Angry Pill, desenvolvido pelos empresários Luis Fernando Pinto e Cesar Maida Neto, em parceria com a empresa Design Bits.

De acordo com os empresários, toda a renda gerada até dia 31 de dezembro deste ano será revertida para o Hospital do GRAACC, localizado na cidade de São Paulo, para ajudar a combater e vencer o câncer infantil. Os cinco jogadores que alcançarem a maior pontuação nesse período, ganharão uma camiseta oficial do seu time de futebol.

Este jogo, que pode ser baixado gratuitamente na loja Apple ou Play Store /Android, consiste numa guerra travada para eliminar as células doentes e para passar de fase, é necessário comprar selos do GRAACC disponíveis na rede social Zigilua. “Esperamos alcançar 20 mil usuários, o que geraria para a instituição, uma doação na ordem de R$ 100 mil”, explica Luis Fernando Pinto.

Não é uma meta ousada, haja vista que esse jogo também será lançado em outros países, terá Facebook próprio e o prêmio para os vencedores fora do Brasil será uma camiseta oficial da Seleção Brasileira de Futebol.

“Em 2016, o GRAACC completa 25 anos de atividades e o desenvolvimento desse game foi uma forma que encontrei para contribuir com esta importante causa, pois acredito que sempre devemos ajudar pessoas e instituições que prestam um serviço tão nobre quanto este”, declara Luis Fernando Pinto.

Sobre o GRAACC

Referência no tratamento e pesquisa do câncer infanto juvenil na América Latina, principalmente em casos de alta complexidade, e uma das mais respeitadas e bem-sucedidas instituições do País, o GRAACC – Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer, criado em 1991, tem a missão de garantir a crianças e adolescentes com câncer todas as chances de cura com qualidade de vida.

A organização é reconhecida pelos expressivos resultados obtidos na cura do câncer infantil, alcançando índices de cerca de 70%. O GRAACC tem um hospital próprio que, em parceria técnico-científica com a Unifesp, realiza mais de 29 mil consultas, 1,6 mil procedimentos cirúrgicos e 16 mil sessões de quimioterapia e 5.066 sessões de radioterapia anualmente. Com o orçamento para 2016 estimado em R$ 97 milhões, atende mais de 3 mil crianças e adolescentes por ano.

Entidades de surdos criticam lançamento de tradutor de libras financiado pelo Ministério do Planejamento

Artigo anterior

Merck contrata serviços de suporte de TI para apoiar sua estratégia de crescimento

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News