NewsNewsletter

Em busca de agilidade financeira, Sanar aposta em parceria com fintech

0

Com crescimento evidenciado nos últimos meses, a Sanar tem como objetivo empoderar os médicos oferecendo cursos, pós-graduação, residência médica, empréstimos, apps e materiais de estudo. Para solucionar o desafio financeiro de realizar pagamentos de professores e prestadores de serviços, desde 2018, a medtech conta com o auxílio da fintech Transfeera, que atua com gestão e processamento de pagamentos em grande escala, e também possui uma solução para validação de dados bancários.

“No nosso cotidiano nós realizamos pagamentos volumosos, que englobam transferências para professores e prestadores de serviços. Nosso maior desafio era agilizar esse processo, nem sempre os favorecidos eram os mesmo entre um mês e outro, se fôssemos realizar as transações da maneira tradicional, teríamos que ter contas em pelo menos quatro bancos”, Ítalo Vaz, controller da Sanar. Ele também explica que hoje tudo é mais fácil porque, de acordo com as demandas do mês, uma quantia em dinheiro é transferida para a plataforma da Transfeera, que executa todos os pagamentos de maneira integrada e para diferentes bancos.

Além da agilidade e do ganho de tempo, outro ponto de melhoria que a Transfeera trouxe para o dia a dia da Sanar foi a redução de custos. Dada a quantidade de transações realizadas por dia pela startup, o valor das taxas de operações bancárias (principalmente TED e DOC) era elevado — atualmente, como todos os processos estão centralizados em uma mesma plataforma, o custo é bem menor. Também são benefícios da solução  redução das demandas de suporte, já que a plataforma adianta possíveis erros de digitação em números de contas bancárias; mais transparência nas informações referentes aos pagamentos para os favorecidos; mais valor agregado para a plataforma, que ganha mais confiabilidade, agilidade e transparência.

“O nosso cotidiano se tornou muito mais prático na parte de tesouraria, temos praticidade e simplicidade no processo, redução de custos e das taxas em operações bancárias, economia de tempo. A plataforma é muito intuitiva e concentra todas as informações que precisamos para prestar contas aos nossos favorecidos, é muito melhor de usar do que um banco normal”, finaliza Vaz.

Para o CEO da Transfeera, Guilherme Verdasca, o esforço da fintech em oferecer o que há de melhor no mercado é também recompensado pelo reconhecimento dos clientes. “Nós temos um atendimento de qualidade que consegue transmitir a nossa cultura de realmente ser parceiro dos clientes de ponta a ponta. Trabalhamos ativamente para melhorar e incorporar todas funcionalidades ao nosso sistema proporcionando cada vez mais agilidade e transparência para quem nos contrata”.

LG anuncia robô autônomo com luz UV desinfetante

Artigo anterior

Janeiro branco alerta para a saúde mental em tempos de pandemia

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News