NewsNewsletter

HubCovid quer levar informação baseada em evidência científica para gestores e profissionais da saúde

0

Com lançamento na sexta-feira, 12, a plataforma HubCovid visa fazer frente às fake news que vem circulando desde o início da pandemia por meio de conteúdo qualificado, com embasamento científico. Com curadoria especialistas do Instituto de Pesquisa e Apoio ao Desenvolvimento Social (IPADS), objetivo é alcançar os 5.570 munícipios brasileiros, auxiliando gestores e trabalhadores do SUS

Um ano após a Organização Mundial de Saúde anunciar que a humanidade estava vivendo uma pandemia, o contexto que temos no Brasil é de uma média móvel diária de mortes que supera a marca de 1,5 mil mortes por Covid-19. A propagação de fake news, desinformação e de trabalhos publicados com baixa qualidade agravam ainda mais o cenário e números da pandemia, gerando protocolos clínicos controversos e práticas sem respaldo científico.

Para fazer frente aos desafios relacionados à desinformação, foi criado o HubCovid, uma plataforma focada em gestores e profissionais da saúde envolvidos nas ações de enfretamento da covid-19. O lançamento ocorrerá em LIVE, aberta ao público, na  sexta, dia 12, às 14h30, com mediação do médico epidemiologista e consultor científico do projeto, André Ribas e participação de Raquel Stucchi, médica Infectologista, professora da Unicamp e consultora da Sociedade Brasileira de Infectologia e da Daniele Queiroz, epidemiologista, enfermeira e doutora em Saúde Pública. Transmissão pelo canal no YouTube do CONASEMS.

O HubCovid é uma iniciativa do Instituto de Pesquisa e Apoio ao Desenvolvimento Social (IPADS), em parceria com Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS) e a família de companhias da Johnson & Johnson no Brasil. Com o apoio da J&J Foundation essa iniciativa, assim como outros programas de impacto social em resposta à pandemia do Covid19, reforça a  missão da empresa de apoiar e desenvolver os profissionais de saúde na linha de frente, para fortalecer os serviços de saúde primários e melhorar os níveis de atenção à saúde em nossas comunidades. O projeto tem participação de infectologistas, epidemiologistas, sanitaristas, dentre outros profissionais da saúde, que integram ações de formação, gestão e comunicação com foco na vigilância em saúde e nas equipes de atenção primária.

De acordo com a diretora-executiva do HubCovid, Camila Benvenuto, a meta é atingir os 5.570 munícipios brasileiros com informação para auxiliar gestores e trabalhadores do SUS, engajar e capacitar profissionais da área de vigilância epidemiológica, além de difundir conteúdo baseado em evidência científica em textos e videoaulas de capacitação para profissionais de enfermagem, agentes comunitários, gestores e demais profissionais de saúde. “Nosso objetivo é difundir conteúdo atual, de qualidade e acessível, com o propósito de integrar as informações sobre o tema em uma plataforma robusta e de referência para equipes de saúde, gestores, população e mídia”, afirma Camila.

Sharecare destaca inovações que podem impactar a saúde nos próximos anos

Artigo anterior

Central Nacional Unimed lança projeto para startups

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News