News

mCare apresenta tecnologia para o monitoramento online de dados clínicos

0

O aumento da expectativa de vida da população, o desenvolvimento de doenças crônicas e o sedentarismo exigem mudanças na forma de lidar com prevenção, diagnósticos, monitoramento e com o tratamento de doenças. Pensando nisso, a mCare, “joint venture” entre a Montreal, e a Elar, empresa do segmento de saúde e gestão médica especializada em produtos médicos nacionais e importados, bem como monitoramento de saúde empresarial ou individual, desenvolveu um sistema inovador que permite o acompanhamento e compartilhamento online das condições de saúde do usuário. O mCare possibilita a transmissão em tempo real de indicadores clínicos – como temperatura, pressão arterial, taxa de glicose, entre outros – para um médico, hospital, plano de saúde ou qualquer outro destinatário indicado pelo usuário. Trata-se de um sistema extremamente útil também para pacientes internados sob regime de home care.

O mCare, apoiado na tecnologia bluetooth, permite a transmissão de dados dos dispositivos (termômetro, aparelho de pressão, oxímetro, balança etc. para o smartphone (iOS ou Android) ou qualquer outro device do paciente ou de um acompanhante. As informações podem ser automaticamente compartilhadas com o médico – em caso de oscilações atípicas, ele recebe ainda um alerta imediato. O especialista, então, pode orientar o paciente sobre o melhor procedimento ou, se necessário, providenciar sua remoção para uma unidade hospitalar – o mesmo sistema permite ainda a transmissão dos dados clínicos aos demais profissionais envolvidos no atendimento. Todo o histórico do usuário fica armazenado na nuvem, em um ambiente desenvolvido pela própria Montreal, o MI Box.

O mCare funciona por meio de três canais integrados: um aplicativo para o usuário (disponível para os usuários dos sistemas iOS, Android e Windows) , um portal internet e dispositivos de sinais vitais. Por ora, a tecnologia estará disponível para dois tipos específicos de termômetro, um de contato e outro de medição contínua, um oxímetro, um aparelho de pressão, um glicosímetro e uma balança.

O sistema possibilita, por exemplo, o acompanhamento contínuo da taxa de glicose. Neste caso, o dispositivo fica conectado ao usuário, com uma medição periódica predefinida. O dispositivo está conectado por bluetooth ao smartphone ou tablet, que recebe e transmite os dados para a central da Montreal. Em caso de alguma intercorrência, uma variação de taxa fora dos limites previamente estabelecidos, o sistema automaticamente envia as informações para o cadastrado que o próprio paciente indicar. Por meio de SMS, E-mail ou contato de voz.

“Fala-se muito, hoje em dia, em wearables, ou seja, em controlar o indivíduo monitorando-o e, de modo proativo, tomar uma ação em seu benefício. Por sua vez, o número de pacientes crônicos cresceu significativamente no Brasil. A Montreal dedicou-se, então, a desenvolver, uma tecnologia capaz de dinamizar o atendimento médico e melhorar a qualidade de vida de portadores de doenças crônicas ou mesmo pacientes em home care. Neste caso, o tempo entre um problema clínico, a transmissão das informações e o contato com o médico é ainda mais vital e decisivo”, diz Adriano Carpinetti, gerente de Inovações da Montreal.

“O mCare torna o tratamento mais eficaz tanto para o médico quanto para o paciente. O monitoramento faz com que as chances de erro tonem-se menores e as de melhora, maiores por ser um monitoramento full time. Todos os dispositivos são homologados, o que gera uma maior credibilidade”, completa o médico, com ampla experiência em home care e pacientes graves, Fabrício Ferreiro.

Mesa Digital de Anatomia melhora ensino de instituições de saúde

Artigo anterior

Que importância terão os robôs no mercado da Saúde Digital?

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News