GestãoNewsletter

Tecnologia reduz tempo de check-in na BP Medicina Diagnóstica

0

A BP Medicina Diagnóstica, marca da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo para serviços diagnósticos e terapias, acaba de implementar em mais uma das unidades um sistema de check-in antecipado que permite menor circulação e permanência de pessoas dentro da unidade, além de maior agilidade no atendimento de pacientes.

O check-in antecipado de exames agora está disponível na Unidade Paulista, a segunda a contar com a solução, que foi inicialmente instalada na Unidade BP Mirante em novembro do ano passado. Nesta unidade, que tem registrado uma média de 220 check-in antecipados por mês, o sistema já proporcionou uma diminuição entre espera e cadastro de 20 minutos para apenas 3 minutos, reduzindo, consequentemente, o tempo de permanência de pacientes.

“Além da comodidade para o paciente, o check-in antecipado é um importante aliado para garantir um fluxo mais seguro para todos os envolvidos no cuidado, já que proporciona processos mais ágeis e menos tempo de permanência nas nossas unidades”, afirma Lílian Quintal Hoffmann, diretora-executiva de Tecnologia e Operações da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo.

Como funciona

A tecnologia permite a realização de um check-in antecipado de forma semelhante ao check-in de um voo comercial. Até três horas antes do horário agendado para o exame, o paciente informa os dados pessoais e dos exames a serem realizados pelo site da instituição e o sistema fornece um QR Code. Ao chegar na unidade, o paciente faz a leitura do código em um totem já na entrada, o que gera a emissão de senha, liberação da catraca e encaminhamento direto para o local de realização do exame, sem a necessidade de atendimento preliminar na recepção.

“Neste momento de pandemia de Covid-19 é essencial que instituições de saúde tenham soluções tecnológicas para a realização de atendimento sem filas, estimulando os pacientes a retomarem os tratamentos com segurança e com o menor tempo de permanência fora de casa. Isso também traz ganhos para a instituição e para os profissionais, que podem prever a chegada de pacientes, organizando uma fila virtual que otimiza o atendimento”, afirma André Cripa Rodrigues, Chief Digital Officer da Connectcom, empresa de tecnologia parceria da BP no projeto.

Neurotech expande atuação para o setor de saúde

Artigo anterior

Startup cria higienizador de mãos com leitura biométrica para uso em hospitais

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais Gestão