NewsNewsletter

Prodesp desenvolve plataforma para facilitar o fluxo de atendimentos com teleconsultas em hospitais estaduais de SP 

0

A Prodesp – empresa de Tecnologia do Estado de São Paulo –, em parceria com a Secretaria Estadual da Saúde, implantou uma nova plataforma digital para facilitar a rotina de atendimentos em 14 hospitais estaduais. Com isso, será possível ofertar teleconsultas especializadas para urgências, emergências e suporte clínico por meio do programa Multissaúde. O modelo de atendimento teve investimento de R$ 25,2 milhões.

O anúncio, feito nesta quarta-feira,10, pelo Governador João Doria, visa avançar na área de telemedicina e aumentar a eficiência no SUS. “O atendimento 100% digital conta com apoio presencial de médicos especialistas 24 horas por dia, sete dias por semana. A plataforma tecnológica de telemedicina para fazer diagnósticos foi desenvolvida pelo Governo do Estado de São Paulo para emitir laudos e receitas médicas”, disse Doria.

Nesta nova fase, o programa incluirá 14 hospitais estaduais localizados na Grande São Paulo e no Vale do Ribeira, são eles: Regional de Ferraz de Vasconcelos; Geral de Guaianazes; Heliópolis; Ipiranga; Conjunto Hospitalar do Mandaqui; Hospitalar Padre Bento de Guarulhos; Geral de Vila Penteado; Regional Sul; Geral de São Mateus; Geral de Taipas; Geral de Vila Nova Cachoeirinha; Geral de Osasco; Regional de Registro; e Regional do Vale do Ribeira (Pariquera-Açu).

A estimativa é que 12 mil atendimentos sejam realizados mensalmente. Além de possibilitar agilidade no diagnóstico, encaminhamentos e tratamentos, a plataforma facilita a interação entre os especialistas, permitindo o cadastro e busca de pacientes, pesquisa de prontuários, agendamentos, acesso a consultas e exames (incluindo imagens), além de videoconferências em HD para discussão sobre as condutas clínicas, hipótese de diagnóstico e evolução clínica dos pacientes, otimizando a assistência.

“O teleatendimento é uma realidade que veio para ficar. Mesmo com a retomada gradual das atividades, o atendimento remoto é seguro, eficiente e abrangente, permitindo que o Estado esteja ainda mais perto da população”, destaca Rodrigo Garcia, Vice-Governador do Estado e Secretário de Governo.

A novidade deve otimizar o trabalho dos profissionais de saúde, pois permitirá ao clínico discutir o tratamento adequado de casos específicos sem precisar deslocar o paciente para unidades especializadas, quando não houver real necessidade. Com isso, haverá a diminuição da demanda pelo sistema da Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (Cross), que trabalha na distribuição de pacientes para as vagas de atendimento hospitalar e ambulatorial.

“O serviço de interconsulta foi desenvolvido especialmente para promover o compartilhamento de informações entre o profissional que está no local de atendimento e os especialistas de cada área, permitindo o esclarecimento de dúvidas de procedimentos clínicos e diagnósticos, a fim de promover um tratamento mais adequado e efetivo ao paciente, além de otimizar a gestão dos serviços de saúde ao Estado”, afirma o presidente da Prodesp, André Arruda.

No total, o Multissaúde passa a ofertar 14 especialidades, nas duas áreas de atendimento – pronto-socorro e enfermarias. Entre as urgências e emergências, haverá apoio de especialistas 24 horas por dia, sete dias por semana, para interconsultas nas áreas de Infectologia, Medicina Intensiva, Cardiologia, Ortopedia e Neurologia Clínica e Cirúrgica. Neste ramo, chamados de serviços de saúde, deverão ser atendidos em até 15 minutos, auxiliando na condução do atendimento aos pacientes.

Já a parte de suporte clínico abrangerá Cardiologia, Vascular, Pneumologia, Nefrologia, Hematologia, Ortopedia, Gastroenterologia e Endocrinologia. Neste caso, o tempo previsto para atendimento é de até 20 minutos para cada solicitação, com expediente convencional de oito horas por dia útil.

As escolhas dos locais e das especialidades atendidas pela solução Prodesp foram feitas pela Secretaria Estadual da Saúde, que também é responsável pelo credenciamento de todos os profissionais cadastrados para utilizar o serviço. Cada médico terá um acesso próprio, com login e senha. A distribuição remota das especialidades também ajuda a suprir a necessidade dos hospitais, sobretudo os mais afastados, de contarem com esses profissionais. Os 14 hospitais terão cinco estações fixas exclusivas para a realização desses atendimentos, com infraestrutura Prodesp, mas os médicos também terão a possibilidade de acessar pelo celular ou de outros computadores instalados nos locais.

A ferramenta integra as melhores práticas tecnológicas, prevendo responsividade (adaptação a diferentes tamanhos de telas de computadores, tablets e smartphones), botões de acesso rápido e criptografia, garantindo o sigilo e a confidencialidade em conformidade com a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados).

São Lucas Copacabana recebe plataforma robótica Da Vinci Xi e realiza certificação de cirurgiões em seu centro de treinamento

Artigo anterior

Farmacêutica Zambon lança MedZone, portal exclusivo para profissionais de saúde

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News