ArtigosNewsletter

Os serviços de saúde na encruzilhada da transformação digital

0

Há mais de 20 anos a indústria de tecnologia mudou sua abordagem usando o bordão “foco no cliente”, tão popular nos dias de hoje, e passou a realmente olhar o desenvolvimento de soluções tendo o usuário como centro do processo, nesse caminho surgiram as principais tecnologias focadas totalmente em ser a interface para os usuário, surgindo empresas como Google, Amazon, Facebook, entre outras. Esse mesmo padrão começa a se impor nas empresas de saúde. Ao invés de se limitar a satisfazer o ímpeto criativo das suas áreas de P&D, os hospitais têm se empenhado em fazer com que sistemas diversos – sejam eles de CRM ou de gestão de RH e desempenho – sejam capazes de medir a relação entre os investimentos na produção e a geração de valor para os negócios. Esse, sem dúvida, é um processo de transformação muito semelhante ao que levou a indústria de tecnologia a liderar hoje os rankings das empresas mais valiosas no mundo.

A inovação no setor de saúde se reflete em resultados. Pode ser detectada claramente no crescimento dos negócios realizados no primeiro trimestre de 2020, especialmente nas áreas com atuação direta no combate e controle da atual pandemia de Covid-19. A telemedicina viu seu volume global de negócios dobrar desde o final do ano passado, e se multiplicaram as startups de Inteligência Artificial voltadas para o diagnóstico de doenças infecciosas.

Na América Latina, onde os investimentos em saúde mais do que dobraram anualmente entre 2016 e 2019, alcançando 4,6 bilhões de dólares, as biotechs e healthtechs aparecem como destaque entre as oportunidades de investimento, tendo crescido 52% em 2019, uma performance só superada pelas fintechs. Isso ocorre porque as healthtechs têm um papel fundamental para reduzir os custos na saúde – maiores a cada dia –, garantindo eficiência operacional e aprimorando os processos internos dos hospitais. Elas unem saúde e tecnologia para melhorar a experiência do paciente, ampliando o acesso à saúde e superando entraves burocráticos.

Transformar as empresas de serviços de saúde em organizações com posições de liderança nos rankings financeiros depende da habilidade de investidores, gestores e do próprio setor para se reestruturar e assumir o papel de protagonista. A tecnologia pode ajudar a orquestrar as ações entre academia, indústria, governos e terceiro setor, de maneira a possibilitar que os investimentos no setor proporcionem resultados positivos e, mais importante, garantam assistência de qualidade à população.

O Brasil, país com o maior sistema de saúde pública do mundo, ainda enfrenta sérios problemas de eficiência no setor, evidenciados pelos tropeços no combate à pandemia do novo coronavírus. Em 2018, os gastos com saúde consumiram um orçamento aproximado de R$ 637 bilhões, correspondente a 9,3% do PIB brasileiro, com baixo nível de atuação em pontos-chave para a melhoria da gestão, como a eficiência nas compras e a automatização de processos organizacionais com uso das ferramentas da ciência e da tecnologia. Quando o aprimoramento da gestão considera o paciente como centro da tomada de decisões, o resultado é a otimização do desfecho clínico, com benefícios para todos.

O principal desafio do setor de saúde no Brasil é abraçar a inovação para reduzir a curva exponencial de gastos, num esforço coordenado entre governos e instituições de saúde para oferecer atendimento eficiente e de qualidade para todos. Para isso, é urgente que o país acelere a adoção de novas tecnologias no setor, ainda marcado pela cultura analógica e dependente de processos obsoletos de gestão.

Jeff Plentz. presidente da techtools ventures, aceleradora que agrega inovação de saúde ajudando startups, hospitais e investidores a gerar e capturar valor -e mail jeff.plentz@techtools.vc

Dasa amplia produção e lança testes inéditos para Covid

Artigo anterior

Governo do Estado de São Paulo lança programa IdeiaGov

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais Artigos