GestãoNewsNewsletter

Empresa curitibana monitora trabalhadores brasileiros e mexicanos com sintomas suspeitos da COVID-19

2

As ferramentas e profissionais da Implus Care, empresa curitibana que desenvolve soluções em saúde, são responsáveis por fazer o acompanhamento dos sintomas da COVID-19 em 50 mil colaboradores de empresas brasileiras e também de uma empresa mexicana do ramo de entregas. Lançada há pouco mais de três meses, a plataforma monitora a saúde de profissionais que atuam nos setores de telefonia, imobiliário, transporte, inovação e de fabricação de eletrodomésticos.

“Além dos 50 mil colaboradores cadastrados no Implus Monitor, o benefício é extensível a até oito dependentes, que morem no mesmo endereço”, explica médico e CEO do Grupo Implus, Cezar Berger, que evidencia o alcance da ferramenta.

Na prática, a plataforma faz notificações diárias aos usuários, com questionamentos simples sobre sintomas. A qualquer desvio de resposta, a empresa contratante é notificada e a equipe de saúde é acionada para entrar em contato e avaliar o quadro.

A partir de então, os médicos dos serviços de telemonitoramento e teleatendimento fazem o acompanhamento dos funcionários sintomáticos ou suspeitos da COVID-19 e que estão em isolamento ou tratamento domiciliar. No contato feito pelas equipes saúde, o colaborador recebe orientação sobre a evolução do quadro de saúde e o encaminhamento para atendimento presencial, caso seja necessário.

Desde o começo da pandemia, já são praticamente 15 mil atendimentos efetuados, incluindo aqueles de operações em outros países.

Para a médica Juliana Gonzalez Castro, que faz o acompanhamento dos funcionários no México, o monitoramento tem se mostrado uma prática eficiente em todo o mundo. “Nesse sentido, a pandemia acelerou soluções digitais e contribuiu para aumentar o acesso à saúde”, avalia.

Ela conta que tem sido desafiador conduzir pacientes diante de uma doença tão nova, mas que o monitoramento diário tem sido importante para a orientação e, até mesmo, para o apoio de questões emocionais. “Existe muita insegurança quando a pessoa descobre que está doente. O acompanhamento da equipe de saúde tem ajudado a dar suporte a esses colaboradores”, esclarece Juliana.

A médica também relata que os pacientes têm recorrido aos profissionais da plataforma para tirar dúvidas. “Isso demonstra que o contato diário e o relacionamento mais próximo resultam em confiança e credibilidade do atendimento à distância”, afirma.

A médica Juliana Mioto Neves, que faz o acompanhamento de trabalhadores brasileiros, concorda que essa atenção tem feito a diferença neste momento. “As pessoas ficam mais fragilizadas e gostam de saber que tem um médico que vai ligar todos os dias para acompanhar a situação. Além disso, para nós médicos, em muitos casos, o uso da telemedicina tem ajudado a ser mais resolutivo”, analisa.

Para a empresa que contrata o serviço para dar suporte aos colaboradores, o monitoramento também tem sido importante para saber como estão os funcionários, principalmente quando muitas equipes ainda estão em trabalho remoto ou externo. “É importante para a empresa saber como está a saúde do trabalhador, até mesmo, para fazer a gestão de quem está doente e precisa ser afastado ou ter um atendimento mais especializado”, lembra.

Prudential do Brasil faz parceria com Vitality para incentivar qualidade de vida

Artigo anterior

Índia: uma grande aposta nas áreas de saúde e de dados

Próximo artigo

2 Comentários

  1. […] Matéria publicada no portal Saúde Digital News […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais Gestão