News

DASA doa processamento de até 3 milhões de exames em seis meses para o diagnóstico da COVID-19

0

Para montar uma operação massiva de exame de diagnóstico da Covid-19, a Dasa e o Ministério da Saúde firmaram uma parceria para criar um laboratório centralizado em Alphaville, São Paulo, que poderá se tornar a maior operação dessa natureza no mundo e prevê a realização de até 3 milhões de exames de RT-PCR nos próximos seis meses.

Para isso, a Dasa está montando uma infraestrutura separada do seu site normal e agora aguarda a entrega dos equipamentos de testes e insumos que serão disponibilizados pelo Ministério nas próximas semanas. MS. “Usaremos nossa expertise para montar uma estrutura que terá capacidade de processar 30 mil exames/dia de RT-PCR, considerada a metodologia “padrão-ouro” para o diagnóstico da COVID-19”, comenta Gustavo Campana, diretor médico da Dasa, que lidera o projeto, acrescentando que já foram contratados cerca de 120 funcionários, entre técnicos, médicos, biomédicos e biólogos.

Os resultados dos exames serão concluídos entre 24 e 48 horas, que também servirão para se entender a proporção da população contaminada, fazer projeções de planejamento para quando houver uma vacina. A Dasa, teve a preocupação de contratar uma auditoria externa para comprovar o uso de boras práticas e transparência com o que foi acordado com o Ministério da Saúde.

O objetivo anunciado pelo do Governo é realizar cerca de 46 milhões de testes para detectar a Covid-19, começando pelas cidades de maior densidade populacional e maior quantidade de casos positivos.

Emerson Gasparetto, vice-presidente da área médica da Dasa, explica que a capacidade diária poderá ser ampliada para até 50 mil testes diários, apenas com a instalação de mais equipamentos de testes.

A iniciativa também poderá ser ampliada de acordo com a disponibilidade de equipamentos e entrada de outras empresas no projeto. “A expectativa é que outras empresas do setor se integrem à mobilização e contribuam para ampliarmos, juntos, a capacidade produtiva e o acesso aos exames para o maior número de brasileiros, nesse momento desafiador para a saúde global”, explica.

O próximo passo é estabelecer a rede logística que levará os exames coletados para o site montado pela Dasa. Para essa etapa, foi publicado nessa segunda-feira, 20, no Diário Oficial chamamento público para submissão, com prazo até 22 de abril. O resultado deve ser divulgado em seguida pelo Governo.

Suzano e Veracel fazem parceria com o Governo para construção de hospital na Bahia

Artigo anterior

IBM assina Open COVID Pledge e disponibiliza propriedade intelectual na luta contra COVID-19

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News