News

Doctoralia completa um ano no Brasil com expansão em Curitiba

0

Em franca expansão no mercado brasileiro de e-health, a Doctoralia, plataforma que conecta pacientes e médicos, comemora os resultados do primeiro ano no Brasil com a inauguração de seu segundo escritório em Curitiba, Paraná. Em junho de 2017, a empresa investiu na abertura de seu primeiro escritório no Brasil, também em Curitiba, depois de atuar desde 2009 remotamente no país. O primeiro escritório começou com pouco mais de 30 funcionários e atualmente a equipe já conta com 150 colaboradores e mais 30 alocados em Barcelona, na Espanha.

Com projeto assinado pela arquiteta Carol Ferreira, o espaço prioriza o bem-estar dos colaboradores, com transparência e interatividade para dar fluidez à comunicação.

O novo escritório foi projetado para acomodar 160 pessoas.  De acordo com Carlos Lopes, country manager da Doctoralia no Brasil (foto), a principal diferença é o tamanho do projeto, o que reafirma a rápida expansão da plataforma no país.

Plano de expansão

Desde a primeira sede no Brasil, a receita da Doctoralia dobrou e o número de médicos pagantes na plataforma cresceu 90%. Com o novo escritório, a empresa pretende chegar a 200 funcionários até o fim do ano, contribuindo ativamente com o crescimento do mercado de trabalho nacional.

A plataforma estima chegar a 70 milhões de usuários únicos em 2018. “Possuímos escritórios em Roma, Istambul, Barcelona, Varsóvia, Cidade do México e Curitiba; dada a relevância do mercado brasileiro, pensamos em ampliar ainda mais o número de escritórios no país”, afirma Lopes.

Paciente digital já é realidade

Com um modelo de negócio que visa otimizar a relação entre paciente e profissional de saúde, a Doctoralia possibilita que as pessoas busquem informações sobre saúde de forma on-line, anônima e gratuita.

Segundo a pesquisa “Termômetro de eHealth” realizada pela plataforma com mais de 1.000 entrevistados, 92% já recorreram à Internet para esclarecer dúvidas e 25% tiraram suas dúvidas com médicos por esse meio.

A pesquisa ainda afirma que 37% usam a Internet para buscar informações após um diagnóstico, 27% para tratar assuntos urgentes e 22% quando se viram diante de problemas de saúde de crianças. “Na nova economia temos fácil acesso a serviços de hospedagem, transporte e alimentação e, no setor de Saúde até então não havia essa facilidade. Para o médico, dentista, psicólogo, nutricionista, aderir às ferramentas de eHealth também é essencial ter um canal de comunicação rápido, moderno e eficiente para o público. A Doctoralia veio para preencher essa lacuna: conectamos profissionais de saúde e pacientes, transformando a experiência mais humana. Conseguimos construir um ecossistema onde todos saem ganhando”, conclui Lopes.

Health Tech Show Case: prazo de inscrições termina nesta sexta-feira, 20

Artigo anterior

Livros focado em Gestão Comercial Hospitalar e e Faturamento e Auditoria de Contas Hospitalares serão lançados em agosto

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News