News

Dispositivo da EMS é utilizado por paciente em tratamento domiciliar contra coronavírus nos EUA

0

A EMS, laboratório farmacêutico no Brasil, por meio de sua controlada Vero Biotech, localizada em Atlanta, Geórgia (EUA), obteve recentemente a aprovação de seu primeiro produto submetido à FDA (Food and Drug Administration), agência federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos. Agora, o dispositivo foi utilizado por médicos americanos para tratamento de um paciente com coronavírus em isolamento domiciliar.

Fruto de pesquisas nos EUA, o GeNOsyl Delivery System (DS) é um device portátil da nova geração de óxido nítrico inalatório com uma tecnologia inovadora que traz facilidade de manipulação, portabilidade, segurança e qualidade. Por conta disso, pode ser utilizado em casa, sempre sob supervisão médica, como foi o caso do paciente com covid-19 que também foi tratado com oxigênio via cânula nasal e cuidadosamente monitorado remotamente pelos médicos, evitando hospitalização e suporte respiratório mais intensivo.

“Para a EMS, poder contribuir com nossas análises e produtos em um momento tão crítico como esse pelo qual estamos passando mundialmente é o que mais importa. Saber que nossas pesquisas em inovação disruptiva estão cooperando para que o sistema de saúde seja menos afetado é o que nos confirma que estamos no caminho certo, cuidando da saúde das pessoas”, afirma Carlos Sanchez, presidente do Conselho de Administração do Grupo NC, ao qual a EMS pertence.

A aplicação do sistema de óxido nítrico inalado sem tanque em casa, sob supervisão médica, é primordial durante um período de crise em que os leitos e os ventiladores do hospital são escassos.

“O tratamento de pacientes em seus domicílios com um sistema sem tanque para fornecer o óxido nítrico inalado representa um novo paradigma no gerenciamento da hipertensão pulmonar”, disse Michael Gentile, RRT e vice-presidente de assuntos médicos da Vero Biotech.

O dispositivo foi lançado em fevereiro de 2020 e está sendo fornecido, inicialmente, aos principais hospitais dos EUA, ainda neste ano. Posteriormente, a previsão é que o produto seja encaminhado para a avaliação das agências regulatórias da Europa e do Brasil.

EMS no combate ao coronavírus

O laboratório está comprometido em contribuir com as autoridades no combate à pandemia de coronavírus. A farmacêutica está apoiando o Hospital Albert Einstein na realização dos estudos clínicos para checar a eficácia do uso de hidroxicloriquina em pacientes que estão em tratamento contra a doença. Todos os medicamentos utilizados nesta pesquisa serão doados pela EMS. Além disso, a companhia decidiu doar R﹩ 1 milhão para o Governo do Estado de São Paulo, com fins de aquisição de respiradores, monitores e insumos no combate ao COVID-19.

Sobre o GeNOsyl Delivery System (DS)

O produto, uma inovação disruptiva, representa um avanço significativo no tratamento de pacientes com HPPRN em estado crítico, com potencial de transformar o uso médico de óxido nítrico por meio de sua facilidade de manipulação, portabilidade, segurança e qualidade. A nova plataforma utiliza uma tecnologia exclusiva e patenteada, baseada em cartuchos, que dispensa os tanques de gás em uso hoje e é à prova de falhas, tendo sido projetada com recursos de backup redundantes, fornecendo uma concentração constante de óxido nítrico inalatório ao usuário. A grande facilidade de locomoção é apenas uma das vantagens. A necessidade reduzida de espaço para armazenamento de tanques de gás e um sistema de configuração muito mais simples para a administração do óxido nítrico são outros diferenciais importantes.

O produto elimina a necessidade dos atuais sistemas baseados em tanques pesados e consequente carga logística e também garantirá que mais pacientes tenham acesso ao tratamento. Vale ressaltar que o dispositivo é contraindicado para recém-nascidos com desvio de sangue da direita para a esquerda.

O processo de aprovação do device pela FDA levou cerca de 18 meses. Genosyl será produzido pela Vero em sua fábrica em Atlanta, que opera desde julho de 2018. “O nosso próximo passo deverá ser uma versão de Genosyl® para ser usada em casa pelos usuários, trabalhando com modelos de device que têm o tamanho de um aparelho celular”, diz Daniel Salazar, vice-presidente Técnico Científico da EMS.

A EMS é a primeira companhia brasileira a apostar em inovação radical no mercado norte-americano – os EUA são o país responsável por mais de 70% do desenvolvimento de medicamentos inovadores no mundo. Na Brace Pharma – seu braço de inovação localizado no estado de Maryland e que é detentor majoritário da Vero Biotech -, a EMS tem investido mais de 1 bilhão de reais para desenvolver terapias que irão impactar a vida dos pacientes, em áreas como oncologia, virologia e imunologia, entre outras, para doenças raras ou órfãs, com um alto grau de necessidade médica não atendida e opções de tratamento insuficientes.

Mercado de Genosyl

Com todas as suas qualidades e diferenciação, o Genosyl pode alcançar uma porção significativa do mercado americano – o maior do mundo -, que foi superior aos US 600 milhões em 2018.

Amazon distribui testes de diagnósticos do coronavírus

Artigo anterior

Hospital São Paulo lança campanha de doação de material e recursos para combate ao Covid-19

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News