GestãoNewsNewsletter

CFM lança programa de identificação médica

0

O Conselho Federal de Medicina (CFM) lançae o projeto SIIM – Sistema Integrado de Identidade Médica para emissão de documentos de identificação profissional. Em uma experiência única, ágil e segura, o profissional conseguirá obter a Cédula de Identidade Médica física e digital (CIM e E-CIM), a Carteira Profissional de Médico física e digital (CPM e E-CPM) e o certificado digital padrão ICP-Brasil.

Após processo licitatório vencido pela Valid SA, multinacional brasileira de soluções seguras de identificação, o CFM tornou-se também a primeira Autoridade de Registro (AR) Valid com módulo eletrônico credenciada no Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI.

Com a parceria estabelecida, o CFM passa a oferecer Certificado Digital gratuitamente a todos os médicos brasileiros. “Vamos oportunizar a mais de 520 mil médicos no Brasil o acesso às tecnologias mais seguras de identificação integrada. O Programa SIIM representa um grande avanço para o país na transformação digital” afirma Hideraldo Cabeça, 1º Secretário do CFM.

O certificado é a única solução que possibilita assinar digitalmente o registro de informações médicas, agiliza os procedimentos de teleconsulta, permite  a prescrição e assinatura digital de exames, receituários – inclusive de controle especial – com a garantia de autoria, integridade e autenticidade do documento, de maneira ágil e sem a necessidade de impressão em papel.

Gleidson Porto, Coordenador de Tecnologia da Informação do CFM, destaca os benefícios deste projeto, entre eles a incorporação dos processos de validação e atestados realizados pelo Sistema de Conselhos de Medicina (SCM) e o aproveitamento da estrutura de dados do CFM com base de confiança para validação e emissão do certificado digital. “Nossa expectativa é que para 2022, aproximadamente 400 mil médicos já estejam com suas biometrias cadastradas e certificados emitidos

Para o diretor Comercial e Marketing da Valid, Ilson Bressan, o projeto do CFM é inédito no Brasil e representa a integração das tecnologias de segurança Valid aplicadas à identificação profissional. “Nossa missão de promover a transformação digital está bem representada neste programa do CFM, uma síntese do que podemos oferecer em inovação à sociedade brasileira em termos de segurança e integridade na identificação segura de pessoas e processos nos meios físico e digital.”

Pesquisadores brasileiros utilizam tecnologia NVIDIA para sequenciamento genético em tempo recorde

Artigo anterior

Telemedicina expande o horizonte do atendimento ao paciente, mas precisa ser regulamentada

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode gostar

Mais Gestão