News

Hospital Leforte realiza curso de Yellow Belt

0

Cada vez mais as empresas buscam alternativas para fidelizar seus clientes, sempre procurando manter a qualidade de seus produtos e serviços sem a redução da margem de sua lucratividade. A filosofia de gerenciamento aplicada na Toyota por Taiichi Ohno em meados da década de 1940, denominada Sistema Toyota de Produção, aborda exatamente a redução dos custos e a lucratividade, por meio da eliminação de desperdícios e do valor agregado ao cliente.

O sistema Lean, como é conhecido atualmente, tornou-se um conceito global aplicável em qualquer processo. Hoje, esta filosofia é considerada um dos principais pilares de otimização da gestão, com melhoria dos resultados em todas as esferas de uma empresa de qualquer setor – atingindo no setor da saúde, por exemplo, desde a entrada do paciente em uma instituição e sua alta, até o envio do faturamento à operadora.

Atento às necessidades de qualificar profissionais da área da saúde com um olhar mais completo e estratégico sobre o que agrega valor aos clientes, o Hospital Leforte, por meio de sua divisão Leforte Ensino e Cultura, em parceria com a Academia Lean Healthcare, realizará o curso de Yellow Belt, primeiro nível de uma metodologia que contempla aulas com modelos teóricos, aplicações práticas e exemplos reais de cases bem-sucedidos na administração hospitalar.

“Este curso tem como objetivo capacitar os participantes a conduzir ou apoiar equipes no desenvolvimento de projetos, utilizando de forma sistemática e prática o método DMAIC – Definição, Medição, Análise, Melhoria e Controle para resolução de problemas, buscando redução de custos e melhoria contínua de processos, sejam eles no cenário administrativo ou no atendimento médico”, destaca Eliana Oliveira, coordenadora de Projetos e Processos do Leforte, que irá ministrar o curso.

Dividido em duas turmas – a primeira em setembro e a segunda em outubro –, o curso é voltado para enfermeiros, profissionais da área de gestão, supervisores, diretores e líderes de instituições da área da saúde, que, ao final do cronograma estarão aptos a utilizar ferramentas de análise de dados para tomada de decisões estratégicas, além de desenvolver um trabalho em equipe mais otimizado e melhorar as relações multifuncionais da empresa.

Grupo Fleury adquire gaúcha Serdil por R$ 29, 8 milhões

Artigo anterior

O desafio das organizações de saúde para proteger seus dados

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News