sexta-feira, julho 19, 2024
Home Gestão 6 motivos para o setor de saúde adotar cloud computing

6 motivos para o setor de saúde adotar cloud computing

por da Redação
0 comentário

Post content – O setor de saúde é reconhecidamente um segmento altamente regulado, no Brasil e no mundo. Neste contexto, a adoção de computação em nuvem pode ser um grande aliado para essas organizações. Vejamos algumas das razões:

  1. Armazenamento de dados: A computação em nuvem oferece uma solução de armazenamento escalável e segura, permitindo que instituições de saúde armazenem grandes quantidades de dados de pacientes e outros dados relacionados à saúde de forma eficiente.
  2. Acesso remoto: A computação em nuvem permite que os profissionais de saúde acessem dados e aplicativos de qualquer lugar, a qualquer momento, desde que tenham uma conexão à Internet. Isso é especialmente importante em situações de emergência ou quando um médico precisa acessar os dados de um paciente fora do hospital.
  3. Redução de custos: A computação em nuvem pode reduzir os custos de infraestrutura de TI para instituições de saúde, que não precisam mais comprar e manter seus próprios servidores e equipamentos.
  4. Melhor colaboração: A computação em nuvem permite que profissionais de saúde colaborem em tempo real em um ambiente seguro e compartilhem informações de pacientes de forma mais eficiente.
  5. Análise de dados: A computação em nuvem pode ajudar as instituições de saúde a analisar grandes conjuntos de dados para descobrir padrões e insights que podem levar a melhores resultados para os pacientes.
  6. Conformidade regulatória: A computação em nuvem pode ajudar as instituições de saúde a atender a requisitos regulatórios e de segurança, como a HIPAA (Health Insurance Portability and Accountability Act) nos Estados Unidos e a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) no Brasil.

Os desafios são conhecidos, mas nem por isso fáceis de solucionar. A tecnologia é um fator crítico para aprimorar a qualidade dos serviços de saúde, a eficiência e a capacidade de lidar com uma grande quantidade de dados e informações de pacientes. Questões relacionadas à grande demanda por armazenamento, disponibilidade e segurança no acesso, aliadas às questões regulatórias, tem se revelado um quebra-cabeças difícil de se resolver.

Por outro lado, a possibilidade de usar as novas tecnologias para analisar esse oceano de dados e trazer insigths relevantes para o negócio abre um universo de possibilidades que não pode ser ignorado.

Neste cenário, a escolha do parceiro de tecnologia se torna um fator crítico para o sucesso dessas organizações. Para Helton Colombo Prudêncio, Gerente de Marketing e Canais na Sercompe IT Services, “a escolha de um parceiro que consiga integrar infraestruturas Edge e Cloud sem atritos traz um diferencial competitivo enorme para empresas de saúde”.

“Sair do papel de apagador de incêndios e passar a atuar de forma estratégica para o negócio é um sonho antigo de todo profissional de tecnologia. Para que isso aconteça, é fundamental ter o parceiro certo ao seu lado” complementa Helton.

E conclui: “Parceiros como a Sercompe e a HPE possuem no seu portifólio a mais abrangente oferta de soluções de infraestrutura para este segmento. Infraestruturas como Sercompe Edge Services e Sercompe Cloud Services, e plataformas como HPE Greenlake e HPE Ezmeral, oferecem uma ampla variedade de possibilidades.”

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside