NewsNewsletter

Hospital Moinhos inaugura Laboratório de Genética e Biologia Molecular

0
Fotos: Leonardo Lenskij / Divulgação/ Hospital Moinhos de Vento

No Dia Mundial do Câncer, cuja data é lembrada nesta quinta-feira, 4, o Hospital Moinhos de Vento inaugurou uma nova estrutura, que se soma ao combate da doença: o Laboratório de Genética e Biologia Molecular. A unidade integra o Serviço de Patologia do Moinhos, chefiada pelo médico Antonio Hartmann, cujos investimentos chegam a R$ 6,9 milhões.

No local, serão realizadas análises moleculares relacionadas a diferentes patologias, em especial aquelas no âmbito da Oncologia e Hematologia. Serão oferecidos testes para biomarcadores que determinam tratamentos específicos, definem um diagnóstico ou prognóstico, monitoram a efetividade de um tratamento, ou ainda identificam pacientes com risco aumentado para câncer.

De acordo com Hartmann, o trabalho reforça a importância da base laboratorial na medicina assistencial — e o foco está no diagnóstico preciso. “O Hospital Moinhos tem projeto e ele está sendo executado dentro do seu tempo. E isso é realizador”, afirmou o  presidente do Conselho de Administração da instituição, Eduardo Bier.

A integração com o serviço de Patologia é um diferencial da unidade. Para o coordenador do Laboratório de Genética e Biologia Molecular, Gabriel Macedo, o hospital dá um passo além na realização de diagnósticos. “Temos dois objetivos: a promoção da saúde e a geração do conhecimento científico. É um trabalho inovador e com foco no paciente”, afirmou.

Outro avanço da estrutura é a possibilidade de o paciente realizar aconselhamento genético — ou seja, identificar se possui alguma falha nos genes que, futuramente, poderá desencadear um câncer. “Isso pode reduzir os riscos de um tumor ou, ainda, possibilitar um diagnóstico mais precoce”, explicou Gabriel. No laboratório, será realizada ainda a chamada “biópsia líquida”, que identifica os “rastros” deixados pelos tumores nos fluidos corporais, como células e frações de DNA tumorais circulantes. Com o teste molecular, o oncologista saberá exatamente qual o melhor manejo para aquele paciente.

CEO do Hospital Moinhos, Mohamed Parrini destacou a importância dos serviços e agradeceu o empenho da equipe na implementação do projeto. “Aqui temos algo novo, que é realmente o futuro do hospital: medicina de precisão e personalizada. Vemos o setor de saúde crescer de forma acelerada e nós trabalhamos para isso, nunca deixando de ousar”, ressaltou.

O espaço participará ainda de programas de certificação internacional, buscando a qualificação contínua e as melhores práticas. Depois da inauguração ocorreu um Grand Round virtual, que discutiu a Biologia Molecular e suas aplicações na medicina. O evento, gratuito, foi apresentado por Gabriel Macedo e contou com as participações do geneticista Roberto Giugliani, do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, e de Rui Manuel Reis, coordenador do Centro de Pesquisa em Oncologia Molecular do Hospital do Câncer de Barretos.

Vidia lança plataforma que amplia o acesso da população a cirurgias

Artigo anterior

Ministério da Justiça e Segurança Pública lança campanha “Vacina Pirata, não!”

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News