terça-feira, março 5, 2024
Home News Plataforma de prevenção a fraudes previne prejuízo de R$ 4,8 milhões para operadora de saúde

Plataforma de prevenção a fraudes previne prejuízo de R$ 4,8 milhões para operadora de saúde

por Redação
0 comentário

Historicamente, sabe-se que a alta incidência de casos de fraude contra a indústria de saúde suplementar tem causado prejuízos bilionários ao setor e mobilizado até investigações de órgãos públicos. Para se ter uma ideia, só com reembolsos fraudulentos  o setor sofreu prejuízos de R$4 bilhões em 2022, segundo dados divulgados pela Associação Brasileira de Planos de Saúde (Abramge).

Para evitar situações como esta, empresas precisam apostar na adoção de ferramentas de prevenção à fraude que sejam capazes de garantir a proteção da identidade digital dos segurados e, simultaneamente, otimizem os resultados da empresa como um todo.  Como é o caso do AllowMe, plataforma de prevenção a fraudes e proteção de identidades digitais, que ajudou uma das maiores operadoras de saúde do Brasil a identificar (entre janeiro e agosto de 2023) comportamentos suspeitos dos usuários e evitou um prejuízo de R$ 4,8 milhões, além de gerar um ROI (retorno sobre o investimento, na sigla em inglês) acima de 1000% .

“Sabemos que é comum que beneficiários façam diversas solicitações de reembolso a partir de um único dispositivo. Porém, neste caso, notamos diferentes  usuários fazendo solicitações a partir do mesmo aparelho. Para se ter uma ideia, identificamos que 82% das tentativas de fraudes em reembolsos tiveram origem de dispositivos com mais de três contas associadas, indicando que pessoas utilizaram um só dispositivo para solicitar diversos reembolsos”, comenta Lívia Soares, CRO do AllowMe.

Além disso, a plataforma também identificou que 43 mil solicitações de reembolsos foram feitas por meio de dispositivos comprometidos, que tiveram suas configurações de fábrica previamente modificadas por um fraudador com o intuito de dificultar ou até mesmo impossibilitar o rastreamento das suas atividades.

Segundo um estudo conduzido pelo AllowMe, as tentativas de fraude no momento do reembolso estão bem distribuídas ao longo da semana e acompanham os comportamentos das solicitações, com destaque para a sexta-feira, em que o número de tentativas de fraudes (19%) superou o percentual de solicitações (16%). Já aos fins de semana, tanto o número de solicitações quanto o de tentativas de fraude caíram consideravelmente.

Outro ponto interessante é que essa indústria fraudulenta também vem atuando em horários parecidos ao beneficiário legítimo, com preferência pela tarde e em seguida pela manhã, ou seja, em horário comercial – justamente para o golpista tentar passar despercebido. Já o percentual de fraudes no período da noite é bem menor do que as solicitações feitas no período normal.

“Com a tecnologia do AllowMe somos capazes de analisar o risco de transações como o reembolso utilizando estrategicamente diferentes camadas de validação. Além disso, posicionando a análise de device como primeira camada, conseguimos detectar comportamentos suspeitos, sem exigir qualquer interação do usuário final, o que melhora a experiência do cliente legítimo da operadora e ainda evita que a empresa tenha custos desnecessários com validações mais caras”, finaliza a executiva.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside