terça-feira, junho 25, 2024
Home News Pesquisa revela que 76% das instituições de saúde planejam investir em IA

Pesquisa revela que 76% das instituições de saúde planejam investir em IA

por Redação
0 comentário

A inteligência artificial na saúde ganha cada vez mais espaço para trazer praticidade, assertividade, transformar o atendimento médico e a gestão das instituições. É o que mostra o novo relatório Moving The Future, publicado segunda-feira, 11, essa tecnologia é utilizada por 3.500 estabelecimentos de saúde brasileiros – 3.200 deles são privados. A publicação foi desenvolvida pela MV, multinacional brasileira que desenvolve softwares para a saúde.

O uso da IA só cresce no setor da saúde. O relatório menciona a pesquisa CEO Survey PWC, que indica que 76% dos CEOs de saúde no Brasil pretendem investir em IA nos próximos 12 meses. Como comparação, em 2022, 40% dos hospitais nos Estados Unidos utilizavam essa ferramenta. Para 2027, a previsão é que 70% estejam aplicando a tecnologia para melhorar a qualidade do atendimento ao paciente, aumentar a precisão de diagnósticos, reduzir os custos e melhorar a eficiência do sistema de saúde.

“São inegáveis os ganhos que a inteligência artificial pode trazer para a saúde, tanto no viés de melhoria na qualidade de vida, auxiliando em diagnósticos mais precisos, tratamentos mais eficazes e atendimento personalizado, quanto no suporte ao exausto sistema de saúde que busca maior eficiência de custos para proporcionar uma saúde de qualidade e acessível a todos”, afirma Emerson Zarour, diretor de inovação da MV.

O conteúdo também traz uma pesquisa exclusiva da MV, feita com especialistas do mercado. O levantamento aponta que 75% dos profissionais ouvidos consideram a Inteligência Artificial “Uma ferramenta promissora para auxiliar no diagnóstico e tratamento de doenças”. Além disso, 64,3% dos entrevistados possuem algum grau de familiaridade com o uso da inteligência artificial na área da saúde, sendo que 28,6% demonstraram estar bem familiarizados com as ferramentas. Já 82,1% dos especialistas acreditam que as novas ferramentas não tomarão o lugar do ser humano nos próximos anos.

Isso indica que grande parte dos brasileiros enxerga a inteligência artificial como aliada, sendo uma ferramenta promissora para melhoria no setor da saúde. Diretor corporativo de tecnologia da MV, Andrey Abreu destaca que a inteligência artificial pode colaborar com os profissionais da área da saúde. “Essa tecnologia é fundamental para a automatização de processos na saúde, liberando os profissionais para focar em atividades mais complexas e interativas do cuidado, enquanto a máquina se encarrega das tarefas repetitivas. Isso proporciona um atendimento mais personalizado e permite que o médico dedique a sua atenção na experiência do paciente”, explica.

A previsão é que a IA se aprimore e faça parte de diversas áreas, como medicina de precisão; diagnóstico precoce e prevenção; robótica e automação, com o impulsionamento de assistentes médicos automatizados, e saúde mental, com chatbots ainda mais inteligentes e assistentes virtuais ajudando a fornecer suporte emocional e identificar sinais precoces de problemas mentais. “É um cenário disruptivo, com potencial para transformar a medicina como a conhecemos. Ao buscar um equilíbrio entre inovação e responsabilidade, podemos aproveitar todo o potencial da IA para proporcionar um cuidado mais eficaz, acessível e humano”, diz Paulo Magnus, CEO da MV.

O MoVing The Future é um relatório especial publicado pela MV e está em sua terceira edição. Tem o objetivo de reunir e analisar informações sobre as tendências que impactam e transformam a saúde. Download gratuito neste link

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside