quarta-feira, maio 22, 2024
Home Inovação Hospital Regional de Jundiaí utiliza game para aprimorar segurança nas cirurgias

Hospital Regional de Jundiaí utiliza game para aprimorar segurança nas cirurgias

por Redação
0 comentário

O Hospital Regional de Jundiaí, unidade sob gestão do Instituto de Responsabilidade Social Sírio Libanês (IRSSL), tem utilizado uma maneira criativa e inovadora de fortalecer a segurança no ambiente hospitalar, promovendo dinâmicas de escape room. Trata-se de um jogo interativo no qual um grupo de pessoas, presas em uma sala, tem que encontrar pistas e desvendá-las, para conseguir escapar antes que o tempo se esgote. A adaptação do jogo para o ambiente hospitalar tem como finalidade a realização de cirurgias seguras, minimizando riscos em decorrência de falhas humanas que podem ser evitadas.

“A utilização de salas de escape educacional tem se tornado cada vez mais uma ferramenta útil, pois contribui para o desenvolvimento e aprimoramento do trabalho em equipe e reforça o conhecimento teórico-prático através de uma aprendizagem ativa e colaborativa, promovendo o desenvolvimento da criatividade, resolução de problemas, pensamento crítico e cooperação”, diz a responsável pelo projeto, Renata Vicente Soares, enfermeira de educação continuada do Instituto de Responsabilidade Social Sírio-Libanês.

Na simulação, a equipe recebe a missão de garantir que a cirurgia ocorra conforme o protocolo de cirurgia segura. Para isso, devem simular o atendimento ao paciente ao mesmo tempo em que desvendam os enigmas para que a intervenção ocorra de forma segura e livre de danos.

Como resultados, Renata diz que a experiência permitiu que as equipes pensassem criticamente, trabalhassem juntos e se divertissem enquanto aprendiam. “A estratégia proporcionou o fortalecimento dos processos que envolvem o protocolo de cirurgia segura de forma lúdica e descontraída, além de oferecer uma oportunidade para o desenvolvimento de habilidades não técnicas, como a comunicação entre os profissionais, o trabalho em equipe e a resolução de problemas”, finaliza.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o índice de complicações importantes decorrentes de procedimentos cirúrgicos, em países em desenvolvimento, é de 3% a 16%, com mortalidade de 5% a 10% em cirurgias de grande porte, sendo metade dos casos evitáveis. Buscando a redução desses eventos adversos, a OMS lançou, em 2009, o “Programa Cirurgias Seguras Salvam Vidas” por meio da utilização da chamada Lista de Verificação Segura. Trata-se da aplicação de um checklist que abrange os três principais momentos do processo cirúrgico: antes da aplicação da anestesia no paciente, antes da incisão cirúrgica e o momento anterior à saída do paciente da sala operatória.

O case da aplicação de escape room no Hospital Regional de Jundiaí deu origem a um artigo científico que será publicado no Journal of Surgical Education nos EUA.

Fundado em 2008, o Instituto de Responsabilidade Social Sírio-Libanês (IRSSL) nasceu com o propósito de fortalecer a atuação social voluntária da Sociedade Beneficente de Senhoras Hospital Sírio-Libanês na saúde pública do Brasil, tendo como missão levar a excelência administrativa e operacional, já reconhecida no setor privado, às esferas municipais e estaduais do país. Atualmente, o Instituto é responsável pela gestão de nove equipamentos de saúde: Hospital Municipal Infantil Menino Jesus (HMIMJ), Hospital Geral do Grajaú (HGG), Hospital Regional de Registro (HRR), AME Interlagos, Hospital Regional de Jundiaí (HRJ), AME Jundiaí, AMAs Santa Cecília, Núcleo de Saúde da Fundação Lia Maria Aguiar e Serviço de Reabilitação Lucy Montoro de Mogi Mirim.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside