NewsNewsletter

São Paulo terá clínica de medicina materno-fetal em março

0

Reconhecido internacionalmente como especialista na área de medicina materno-fetal, Rodrigo Ruano abre sua clínica no Brasil em março de 2021. A clínica, localizada em São Paulo, traz novas tecnologias em diagnóstico pré-natal, cirurgia fetal para diferentes anomalias congênitas que contribuirá para os avanços da área e tratará gestações de alto risco. O foco da clínica será em cirurgia fetal, má formação fetal, diagnóstico pré-natal, aconselhamento genético e terapia fetal.

Com vasta experiência em Medicina Materno-Fetal e no tratamento de fetos com anomalias congênitas, o médico Rodrigo Ruano já recebeu mais de uma dúzia de honras médicas nacionais e internacionais, publicou mais de 200 artigos em revistas especializadas e apresentou mais de 300 resumos pelo mundo.

O Dr. Rodrigo teve sua formação na Universidade de São Paulo em São Paulo no Brasil e na Universidade de Paris V em Paris na França, e, desde 2010, atua  como especialista em Medicina e Cirurgia Fetal nos Estados Unidos.

Por volta dos anos 2000, o médico se tornou reconhecido internacionalmente por desenvolver e aprimorar diferentes cirurgias fetais como terapia antenatal para obstrução urinária baixa (cistoscopia fetal) e técnicas minimamente invasivas para tumores fetais, além de ser um dos pioneiros no Brasil na realização do tratamento intrauterino para hérnia diafragmática congênita (oclusão traqueal fetal). É um dos maiores especialistas na área e colaborou com o avanço dessa técnica – ainda pioneira no Brasil – no Hospital das Clínicas. Participou ativamente no desenvolvimento da cirurgia fetal por endoscopia para spina bífida quando trabalhou na Baylor College of Medicine nos EUA entre 2010 e 2016.

Por amor à medicina, o especialista está retornando ao Brasil para trilhar um novo sonho ao lado da ginecologista e futura esposa, Flavia Fairbanks. “Estou vivendo um novo capítulo da minha vida pessoal e profissional. Por amor à Flávia, à minha família e ao Brasil, retorno em março para abrir essa clínica diferente e especializada em problemas das gestantes e de seus bebês antes mesmo deles nascerem. Encaramos juntos a possibilidade de reintroduzir minha carreira em solo brasileiro, trazendo tecnologias americanas para cá e contribuindo, principalmente, para o avanço da medicina materno fetal. Manterei meu vínculo com os EUA, pois continuarei como professor e co-diretor do Serviço de Medicina Fetal na Universidade do Texas em Houston, com objetivo de desenvolver novas tecnologias para as pacientes”.

Pague Menos fecha 2020 com mais de cem novas parcerias

Artigo anterior

Healthech Precavida usa IA para trazer mais eficiência na jornada da saúde

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News