InovaçãoNewsletter

BP lança assistente virtual para acompanhar pacientes no pós-alta de cirurgia

0

A BP – Beneficência Portuguesa de São Paulo começará a operar sua própria assistente virtual no acompanhamento de pacientes no pós-alta, com o intuito de otimizar e ampliar o trabalho das equipes farmacêuticas e do serviço de controle de infecção da instituição. O projeto, que usa tecnologia de inteligência artificial e interação via WhatsApp, tem previsão para entrar em funcionamento no próximo mês e será usada, inicialmente, para acompanhar os pacientes com tromboembolismo venoso (TEV) e àqueles submetidos à cirurgia bariátrica.

A nova assistente virtual é uma iniciativa conduzida da BP em parceria com a Ptech MedTech Solutions e chega com um diferencial no mercado: o acompanhamento pós-alta dos pacientes. Por meio da tecnologia, todas as áreas envolvidas no atendimento poderão orientar melhor os pacientes, oferecendo mais informações para o seu processo de autocuidado.

Outro ponto é a possibilidade do acompanhamento de acompanhamento pós alta de um maior número de clientes. “Essas novidades darão maior segurança ao cliente no monitoramento de sua saúde fora dos muros da instituição. Isso mostra o quanto a BP, como hub de saúde de excelência, está cada vez mais presente na vida das pessoas, estendendo essa forma de cuidado até as suas casas”, conta Lilian Quintal Hoffmann, diretora executiva de Inovação e Tecnologia da BP.

A assistente virtual enviará perguntas específicas ao paciente para entender como está a sua evolução clínica nos dias subsequentes à sua saída da BP. Por meio de alertas específicos, o corpo clínico que acompanha aquele paciente em seu pós-alta, poderá prontamente tomar ações que irão garantir, no momento adequado, a melhor orientação ou desfecho para o paciente.

“Com essa tecnologia, há uma comunicação personalizada com os pacientes, no momento certo e com a orientação técnica mais adequada. Podemos, inclusive, na tratativa de algum alarme indicar o que é mais apropriado para as necessidades do paciente, como por exemplo, buscar o pronto atendimento da BP ou orientá-lo a conversar com o corpo clínico e médico que o acompanha”, conta Lilian.

Ao utilizar o serviço, o paciente receberá uma resposta com todos os canais oficiais de contato com a BP. “Temos a ambição, em um futuro próximo, de expandir o projeto para mais áreas da instituição, o que reforça o nosso DNA de inovação. Juntamos todo o nosso conhecimento e experiência como hub de saúde e criadora de soluções inovadoras com a tecnologia da Ptech, para a construção dessa plataforma. Essa sinergia e proximidade entre as diversas áreas especializadas de conhecimento em saúde e tecnologia das empresas, provou ser um caminho promissor para promover cuidado personalizado ao paciente, engajamento e gerar valor para a sociedade”, afirma a executiva.

A plataforma também será uma ferramenta valiosa na geração de dados estatísticos e indicadores que permitirão identificar gargalos e novas oportunidades de engajar o paciente no seu cuidado.

Novos sistemas de gestão otimizam operações nas grandes instituições de saúde

Artigo anterior

IFC apoia Fitesa na produção de não-tecidos de saúde, com tecnologia mais sustentável

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode gostar