Home Gestão EMS investe R$ 11,3 milhões para aumentar em 30% a capacidade de expedição de medicamentos para todo o Brasil

EMS investe R$ 11,3 milhões para aumentar em 30% a capacidade de expedição de medicamentos para todo o Brasil

por Redação
0 comentário

A EMS está investindo mais de R$ 11,3 milhões em tecnologia de automatização logística e ampliação de infraestrutura para alavancar em 30% a sua capacidade de expedição – chegando a 100 milhões de unidades de medicamentos expedidas mensalmente. Os aportes estão sendo destinados para a Snellog, operador logístico próprio e dedicado da companhia, com sede em Jaguariúna, ponto de partida dos produtos que abastecem mais de 95% dos pontos de venda no Brasil e que também são exportados para 55 países entre Europa, América Latina, África, Ásia e Oriente Médio.

“A iniciativa colabora para que a empresa mantenha a qualidade e pontualidade nas entregas, ao mesmo tempo em que diversifica e amplia o volume de seus negócios. Essa é mais uma frente de investimentos que permite que a EMS consolide o seu potencial competitivo e a liderança do setor, levando saúde e bem-estar para a população de todo o país”, destaca Marcelo Zambom, diretor de logística da Snellog.

O primeiro aporte, de R$ 2,3 milhões, está sendo empregado no desenvolvimento de oito esteiras automáticas para identificação, conferência e despacho de produtos, e em software exclusivo de gestão e automatização de tarefas (WMS, sigla em inglês para Sistema de Gerenciamento de Armazém). Já a maior parte, R$ 9 milhões, está alocada na expansão de cerca de 35% da planta de armazenagem da Snellog, com a inauguração de quatro novos CDs com 20 mil m², que vêm se somar à área já existente de 55 mil m², contabilizando uma área total de 75 mil m². A EMS conta ainda com um centro de distribuição de 12 mil m² em Hortolândia (SP), onde está localizado o complexo industrial da companhia.

As esteiras, únicas no mercado, foram desenvolvidas internamente pela empresa com base nas necessidades, metas de crescimento e realidade de negócio da farmacêutica. “Criamos um equipamento que faz leitura ótica da etiqueta, confronta com pedido do cliente e identifica caixa para ir direto à transportadora. O investimento feito em todo o processo de automatização, incluindo o upgrade da ferramenta WMS, permitiu à Snellog alcançar alto nível de performance no que tange à movimentação de materiais. Podemos dizer que temos um padrão de classe mundial nesse sentido”, avalia Zambon.

Com os investimentos em expansão e tecnologia, a Snellog também realocou 10% dos funcionários para novas e estratégicas frentes de trabalho, como o envio de amostras grátis diretamente para consultórios médicos, um serviço a mais que passou a ser oferecido em 2022, além também da produção propriamente dita de materiais promocionais.

O centro de logística da EMS é responsável por todo e qualquer tipo de material que precisa ser deslocado, incluindo parte do processo de exportações. Nesse espaço, estão armazenados o produto acabado e, desde 2019, também todos os materiais utilizados para a produção de medicamentos. Hoje, são movimentadas na Snellog, em média, 140 milhões de caixas de medicamentos por mês. No ano, são mais de 1,6 bilhão de caixas. A empresa de logística participa do começo ao fim da cadeia produtiva e conta com uma equipe técnica com cerca de 500 colaboradores envolvidos diretamente em todas as operações.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias