sexta-feira, abril 19, 2024
Home News Hospital de Amor realiza neurocirurgia inédita no SUS com auxílio de robô

Hospital de Amor realiza neurocirurgia inédita no SUS com auxílio de robô

por Redação
0 comentário

Referência em tratamento oncológico gratuito na América Latina, o Hospital de Amor, que há mais de dez anos vem realizando cirurgias cerebrais e vertebrais utilizando a neuronavegação (dispositivo que tem funcionamento semelhante ao GPS e mostra ao cirurgião, através dos exames do paciente, a localização exata de onde um determinado instrumento encontra-se, em tempo real, no momento da cirurgia) obteve em fevereiro um auxílio de peso. O hospital recebeu o robô CIRQ (desenvolvido pela empresa alemã BrainLab) e pôde realizar, junto a sua equipe composta por neurocirurgiões, anestesiologista, enfermeiros e engenheiros, duas cirurgias inéditas no Sistema Único de Saúde (SUS) no estado de São Paulo.

De acordo com o neurocirurgião do Hospital de Amor, Ismael Lombardi, trata-se de um braço robótico que consegue determinar, no intraoperatório, a trajetória para que a agulha ou os parafusos alcancem os alvos marcados pelo cirurgião de maneira extremamente precisa. “Uma vez que o robô adquire as informações geradas pelo neuronavegador, de forma automatizada, é gerada a trajetória mais precisa para a inserção de implantes ou instrumentos. Todo processo tem a supervisão intraoperatória do cirurgião, aumentando ainda mais a segurança. Sem a presença do robô, esta etapa do procedimento seria realizada de forma exclusivamente manual”, afirma.

Atuando de forma integrada com o neuronavegador, o CIRQ pode ser utilizado em cirurgias que necessitem da implantação de parafusos na coluna vertebral, biópsias da coluna vertebral e biópsias de lesões cerebrais, independentemente do tipo de tumor. Cirurgias para doenças degenerativas da coluna vertebral também podem se beneficiar desta tecnologia, além de outros tipos de cirurgias não-oncológicas, como drenagem de hematomas e abscessos cerebrais, ou mesmo a colocação de estimuladores cerebrais que necessitem de alta precisão cirúrgica.

“Graças a parceria com a BrainLab, conseguimos manter o robô 10 dias na instituição e realizar três procedimentos de alta precisão e exatidão: uma cerebral e duas cirurgias para coluna vertebral. A neuronavegação faz parte da nossa rotina, mas contar com o auxílio do robô, foi pioneiro e extremamente gratificante”, explicou Lombardi.

Inúmeros benefícios

Não são apenas os profissionais do Hospital de Amor que ‘ganham’ ao utilizar esta tecnologia durante as cirurgias. Os pacientes da instituição, com certeza, são os maiores beneficiados, segundo o neurocirurgião. “A introdução da robótica nos procedimentos cirúrgicos possíveis, trouxe mais precisão e segurança aos cirurgiões, e muito menos complicações aos pacientes. O nosso bom resultado é o bom resultado dos nossos pacientes. Com a introdução da navegação e robótica, pudemos ter redução no tempo cirúrgico e de internação, além de menor exposição da equipe e dos pacientes ao raio X, muito utilizados nestes procedimentos realizados de forma convencional”, enfatizou Lombardi.

Os pacientes do Hospital de Amor que foram submetidos (gratuitamente, como todos os atendimentos realizados pela instituição) aos procedimentos cirúrgicos com o CIRQ, receberam alta em apenas dois dias de internação e tiveram evolução satisfatória, sem intercorrências ou contratempos.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside