GestãoNewsNewsletter

Paessler monitora sistemas médicos heterogêneos a partir de um único ponto de controle

0

A Paessler AG, empresa especializada em monitoramento de redes, apresenta o PRTG Network Monitor, a primeira solução para monitoramento de redes hospitalares que inclui sensores projetados para os protocolos Digital Imaging and Communications in Medicine (DICOM) e Health Level Seven International (HL7).  Esses protocolos são usados em todo o sistema de saúde em todo o mundo.

Segundo Luis Arís, Gerente de Desenvolvimento de Negócios da Paessler para América Latina, a partir de agora, a indústria dos serviços de saúde, incluindo hospitais, clínicas médicas, empresas de radiologia, laboratórios, empresas farmacêuticas entre outros, pode monitorar toda a sua infraestrutura de TI e os sistemas médicos e clínicos simultaneamente com uma única solução, em um único painel de controle, em tempo real.

Arís explica que, quando ocorre algo errado, como falha de uma ventoinha de um servidor, ou é atingido qualquer limiar predeterminado de desempenho dos sistemas médicos, o PRTG alerta os usuários autorizados e a configuração é feita em minutos. Sensores especializados, incluindo-se os associados à Internet das Coisas, também podem ser facilmente acrescentados.

Nos cada vez mais complexos sistemas de TI de saúde da atualidade, a falha de um único dispositivo, um erro mínimo no software ou até mesmo um simples erro humano pode ter significantes repercussões sobre as operações da empresa de saúde e – mais importante – no cuidado com o paciente. “Estamos falando de vidas aqui, então, isso quer dizer que mais do que nunca, é necessário enxergar um problema antes mesmo que ele aconteça. E o monitoramento eficaz da rede é crucial para isso”, afirma o executivo da Paessler.

O PRTG possibilita monitorar continuamente o desempenho de redes, sistemas, hardware, aplicações e dispositivos conectados – locais, na nuvem ou em ambientes híbridos que incluam ativos físicos e virtualizados. Com informações provenientes dos mais de 200 sensores pré-configurados oferecidos pela Paessler, os painéis de controle do PRTG revelam, em instante, a informação precisa que os administradores de saúde desejam ver. Isso inclui desde informações em tempo real acerca do desempenho e da saúde da rede como um todo, até detalhes granulares como a temperatura e os níveis de capacidade de servidores e dispositivos individuais.

Sensores DICOM e HL7

Outro ponto que vale destacar são os sensores Digital Imaging and Communications in Medicine (DICOM) e Health Level Seven International (HL7) do PRTG. Esses sensores capacitam os profissionais de TI e administradores da área da saúde a monitorar uma variedade de sistemas e funções críticos, incluindo:

  • Sistemas de Informações Hospitalares (HIS, SIH): O PRTG possibilita visualizar o que está acontecendo em todo o SIH integrado, não somente a relação com o intercâmbio de dados, mas também os recursos computacionais e dispositivos envolvidos. Notavelmente, o PRTG pode ser implementado localmente ou na nuvem e tem sensores especialmente criados para muitas das mais amplamente usadas soluções de TI da indústria, incluindo as de Amazon Web Services, Cisco, Fujitsu, Microsoft, NetApp, VMware e outros. Com o PRTG, nunca foi tão fácil os departamentos de TI dos hospitais monitorarem integralmente seus sistemas médicos, financeiros e administrativos.
  • Sistemas de Gerenciamento de Informações Laboratoriais (LIMS): O PRTG também facilita supervisionar todos os sistemas e dispositivos integrados a processos laboratoriais, bem como os dados transportados entre eles, incluindo-se informações referentes a gerenciamento de amostras, testes, análise, descarte e conformidade. O monitoramento também assegura que os médicos e as equipes clínicas tenham acesso rápido aos achados de que necessitam.
  • Sistemas de Informações de Radiologia (RIS): Todos os sistemas, hardware e software de departamentos de radiologia e imagens, e fluxos de trabalho associados, podem ser monitorados por meio do painel de controle intuitivo do PRTG – capacitando a TI a determinar facilmente a causa de qualquer atraso na entrega de imagens entre dispositivos, departamentos ou médicos.
  • Sistema de Arquivamento e Comunicação de Imagens (PACS): O PRTG também monitora todo o PACS, possibilitando assegurar que todos os sistemas necessários para a segurança na movimentação, no armazenamento e no arquivamento de imagens funcionam conforme o esperado. Isso inclui as workstations usadas para visualizar e interpretar scans.

Positivo Tecnologia apoia desenvolvimento e produção de ventiladores pulmonares

Artigo anterior

Senai Cetiq e Firjan desenvolvem videoaulas sobre fabricação de EPIs e de vestimentas odonto-médico-hospitalares

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais Gestão