NewsNewsletter

Versius tem indicação estendida para cirurgia torácica

0

A CMR Surgical (CMR) anunciou que o sistema de cirurgia robótica Versius foi indicado para cirurgias torácicas minimamente invasivas, beneficiando médicos e pacientes submetidos aos procedimentos nos pulmões, timo e esôfago. Após uma introdução gradual com seleção de casos e cirurgias  específicas,  o Versius tem sido usado também em esofagomiotomias, lobectomias e timectomias.

Por meio de pequenas incisões próximas às costelas dos pacientes, os cirurgiões torácicos podem trabalhar com o Versius com a prontidão e precisão necessárias na cavidade torácica, beneficiando-se de seus pequenos instrumentos totalmente articulados e visão 3D.

O primeiro local no mundo a iniciar um programa clínico com o Versius em tórax foi o Klinikum Chemnitz – um hospital líder na Saxônia – que começou o programa no início de 2021.

Sven Seifert, médico-chefe da Clínica de Cirurgia Torácica, Vascular e Endovascular do Klinikum Chemnitz, disse: “Os cirurgiões torácicos estão esperando há algum tempo por um sistema como esse para que possamos trabalhar na caixa torácica rígida de um paciente. O Versius permite que os cirurgiões operem em áreas de difícil acesso com seus instrumentos articulados, poupando a parede torácica do paciente. Fomos o primeiro hospital do mundo a usar o Versius para a área torácica e estamos entusiasmados por atualmente estar trabalhando com especialistas internacionais pioneiros no uso do Versius na especialidade.”

Além do Klinikum Chemnitz, o Versius também está sendo usado para procedimentos torácicos em vários hospitais públicos e de ensino em todo o mundo, incluindo o Hospital  Argenteuil  na França, o Policilinico di Milano na Itália, o Galaxy Care e o Hospital Manavata na Índia, bem como o Hospital Universitário Macquarie na Austrália.

Versius foi introduzido na cirurgia torácica com a colaboração da CMR Surgical que segue as recomendações do IDEAL fornecendo estrura e benchmark internacional para cada etapa do processo de inovação cirúrgica, incluindo ensaios clínicos e acompanhamento pós-venda.

Atendimento à saúde tem novos desafios em TI no pós-pandemia

Artigo anterior

Hospital Alemão Oswaldo Cruz inaugura Centro Internacional de Pesquisa na Unidade Vergueiro

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode gostar

Mais News