quarta-feira, maio 22, 2024
Home Artigos Papel da tecnologia na medicina de evidências para o ensino médico

Papel da tecnologia na medicina de evidências para o ensino médico

por Marcelo Lancerotti*
0 comentário

É certo que estamos vivendo uma importante mudança geracional e, mais do que tudo, com um alto volume de dados e informações. Na área da saúde, se antes havia dificuldade com relação ao acesso a diferentes tipos de informações clínicas, hoje esse acesso foi amplamente facilitado. Diante disto, o grande desafio para o profissional de saúde e, principalmente, para o estudante desta área é saber onde buscar a evidência mais confiável para aplicação efetiva da medicina baseada em evidências.

Nesse cenário, o principal ponto é desenvolver competências para que seja possível analisar a qualidade de determinadas informações e verificar se a metodologia utilizada para estabelecer resultados é consistente o suficiente para ser levada à prática profissional. No contexto das escolas de medicina, é preciso qualificar os graduandos para que possam adquirir essa capacidade crítica e analítica sobre a confiabilidade e atualidade das evidências.

Certamente, compartilhar toda informação científica que a área exige é algo intangível para os professores. O que é possível e necessário, de fato, é demonstrar o cenário em que o aluno está se formando e fornecer condições para que ele possa seguir se atualizando e evoluindo como profissional, suprindo, desta forma, as necessidades de mudança que a área da saúde demanda.

Diante desse cenário, é preciso entender como é possível inserir, de forma contundente e assertiva no currículo desse aluno, a capacidade de desenvolver e ampliar este conhecimento durante toda a jornada profissional. Além disso, é importante desenvolver formas para abordar e refletir isto nos processos formativos e pedagógicos, bem como nas metodologias utilizadas durante o curso.

Nesse sentido, a medicina baseada em evidências assume papel fundamental, sendo a base que estes profissionais deverão seguir, com relação ao que há de mais confiável e atualizado na literatura científica. Para que isso seja possível, é preciso fornecer ferramentas que auxiliem o aluno desde o primeiro contato com a universidade, até o fim do ciclo de estudos, transpondo esta cultura à jornada profissional.

Desafios da medicina baseada em evidência no atendimento clínico

Por mais que a análise de um estudo tenha sido realizada de forma correta, aplicar isto em um conceito de relações humanas torna-se bem mais complexo. Desta forma, o principal objetivo das escolas médicas é traduzir o conhecimento teórico e acadêmico para a aplicação prática longitudinal e com olhar centrado no paciente. Afinal, o mais importante neste processo é alinhar a tomada de decisão clínica aos aspectos da experiência médica e aos valores do paciente.

O grande desafio para o aluno, levando em consideração o conceito de Medicina Baseada em Evidências, é conciliar o teórico com a aplicação na relação médico-paciente, em especial, para as tomadas de decisão. Neste sentido, é importante destacar a importância das ferramentas tecnológicas de suporte à decisão clínica no que se refere a auxiliar e garantir ao futuro profissional a certeza da aplicação da melhor evidência clínica disponível naquele momento.

Impacto das soluções de suporte à decisão clínica no ensino médico

Sem dúvida, o desenvolvimento tecnológico visto nos últimos anos atingiu diversos setores. Na área da saúde, as soluções tecnológicas foram amplamente difundidas e têm sido um importante suporte para os profissionais em diversos contextos do setor, e para a aplicação da Medicina Baseada em Evidências, isto não foi diferente.

As ferramentas de suporte à decisão clínica oferecem uma base sólida com todo esse volume de informações para possibilitar ao médico ou estudante transpor o que é científico para a prática clínica, de maneira ágil e assertiva, sem eximir a responsabilidade de saber analisar e aplicar estas informações da maneira mais adequada, a partir do aprendizado adquirido nas salas de aula.

Dessa forma, entendemos que a tecnologia é o elo entre o teórico e o aplicável, atendendo aos dois polos necessários para a formação integral do aluno. Além de auxiliar no aprendizado, a partir desta base de consolidada e atualizada de evidências, a tecnologia simplifica e facilita a aplicação dos conceitos aprendidos durante o período de estudo, auxiliando o aluno a superar os desafios da aplicação da Medicina Baseada em Evidências e transformando este conceito em uma cultura profissional que deve ser mantida por toda a jornada médica.

*Marcelo Lancerotti é diretor de vendas da unidade de Efetividade Clínica da Wolters Kluwer Health no Brasil.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside