NewsNewsletter

Aplicativo usa inteligência artificial para prevenção à saúde mental de colaboradores

0

Um estudo da Oracle e da Workplace Intelligence realizado em 2020, com mais de 12 mil pessoas em 11 países, apontou que o uso da tecnologia tem sido fundamental para questões relacionadas à saúde mental dentro das organizações. A pesquisa mostra ainda que, entre os brasileiros, 87% afirmaram que soluções de inteligência artificial (IA) são imprescindíveis para o monitoramento do seu bem-estar mental no ambiente de trabalho. Destes, 64%, preferem interagir sobre assuntos como estresse e ansiedade com um robô, ao invés do seu superior imediato. Esta realidade tem impulsionado cada vez mais a inovação dentro do setor da saúde.

Um exemplo é o aplicativo Ivi, desenvolvido pela healthtech Hisnek, que usa IA com foco na prevenção, agindo antes mesmo de os transtornos emocionais se agravarem. A solução já impacta mais de 1,7 milhão de vidas, em diversas organizações nacionais, como Volvo e empresas do grupo Rodobens, segundo a empresa.

Por meio do aplicativo, o colaborador interage virtualmente com a solução que identifica o perfil e o estado emocional de cada um e apresenta ações personalizadas. Algumas delas são práticas de meditação guiada, mindfulness (atenção plena), dicas de alimentação e indicação de serviços de saúde. Para casos mais graves, o app funciona como um agente colaborativo que ajuda na indicação do melhor tratamento. Além disso, o RH recebe um relatório completo e customizado que mostra a condição mental de toda a equipe. Todas as informações são anônimas e respeitando a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Os dados são coletados por meio da interação dos usuários diante de rigorosos protocolos de saúde emocional. Especialistas também analisam as informações, que, posteriormente, ficam disponíveis para o esclarecimento de possíveis dúvidas. Dessa forma, os RHs conseguem encontrar e direcionar soluções efetivas para as equipes.

“O propósito do Ivi é conseguir ajudar as pessoas de forma ativa e efetiva. Por meio da tecnologia, conseguimos identificar aqueles que estão vulneráveis ou passando por alguma questão específica relacionada à saúde mental. Assim, conseguimos colocar em prática uma série de ações. O bem-estar das pessoas é algo que eu realmente tenho a intenção e vontade genuína de ajudar cada vez mais. Por isso, é essencial que a IVI consiga promover atitudes assertivas para pegar na mão de quem sabe que precisa e de quem não percebe que precisa”, comenta Carolina Dassie, CEO e fundadora da Hisnek.

Dasa lança solução para empresas que estão retomando as atividades presenciais

Artigo anterior

Popularização da atenção primária exige mudança cultural, diz professor de Harvard

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode gostar

Mais News