Home Gestão A importância do SEO para clínicas e laboratórios na era digital

A importância do SEO para clínicas e laboratórios na era digital

por Redação
0 comentário

O aumento nas buscas por médicos na internet tem feito com que empresas do setor de saúde apostem em estratégias de Search Engine Optimization (SEO) para melhorar sua presença on-line e reduzir os custos de aquisição de clientes.

Segundo levantamento da WE Marketing Médico, as pesquisas feitas nos mecanismos de busca cresceram, em média, 50% nos últimos anos. Já os dados da pesquisa do Datafolha mostram que 47% das pessoas tiram dúvidas sobre preocupações de saúde no Google. As informações são referentes a sintomas e doenças.

Nesse contexto, saber o que é SEO e como o trabalho de otimização de sites e blogs pode aumentar o tráfego orgânico, é importante para as empresas e os profissionais de saúde se destacarem em um ambiente cada vez mais competitivo e digitalizado.

As pesquisas revelam uma população cada vez mais conectada, com demandas específicas para o mercado de saúde e novas soluções que respondam ao novo comportamento. Por isso, estratégias de marketing digital, como SEO backlinks, criação de conteúdo útil e uso de palavras-chave relacionadas ao setor podem ajudar a atrair pessoas interessadas em encontrar especialistas qualificados.

Recorrer a uma agência de link building no Brasil pode ajudar as empresas de saúde a encontrarem as estratégias adequadas para o seu nicho e aumentar o  potencial de visibilidade e alcance on-line.

Por meio de ações de link building, estratégia de conteúdo e construção de autoridade é possível melhorar o ranqueamento de sites de clínicas, laboratórios e profissionais nos mecanismos de buscas, como o Google e o Bing.

Conteúdo, distribuição e mensuração de resultados

A líder de Relacionamentos e Novos Negócios da Experta, Flávia Crizanto, afirma que pautas e conteúdos de qualidade são ferramentas importantes para ganhar links de forma natural e aumentar a autoridade de uma página ou site na web. No entanto, ela destaca que o trabalho deve ter início com uma avaliação da estrutura interna do site a fim de que ele seja facilmente rastreado pelos buscadores.

Por meio da análise de métricas, são desenvolvidos conteúdos e identificados portais para a geração de backlinks de qualidade. Como as ações de SEO são de longo prazo, é possível construir uma base para que, ao longo do tempo, haja crescimento contínuo de tráfego orgânico.

A especialista explica que as etapas do processo para conquistar backlinks começa na pesquisa de palavras-chave, pois, quando esse levantamento é feito com base em fatores como volume de busca, competitividade e concorrência, pode mudar a direção dos resultados. Na sequência, a produção de conteúdo otimizado para SEO é colocada em prática.

A distribuição estratégica vem logo em seguida, com a obtenção de links por meio de divulgação consistente e direcionada em sites relevantes no segmento. Depois que o conteúdo é distribuído, os profissionais de SEO mensuram o desempenho do trabalho para visualizar os resultados.

SEO médico deve seguir regulamentações do setor de saúde

No caso do SEO para o setor de saúde, portais especializados ressaltam que é preciso estar atento às especificidades da área. Por ser um mercado altamente regulamentado, as estratégias de otimização para mecanismos de busca devem considerar normas específicas, como a Health Insurance Portability and Accountability Act (HIPAA).

Para melhorar a presença on-line e reduzir os custos de aquisição de clientes, as organizações de saúde podem reivindicar e otimizar listagens locais, como Google Business Profile e Bing Places, que oferecem aos usuários um espaço para saber mais sobre o centro de saúde ou clínica sobre a qual estão pesquisando.

Como parte do trabalho do SEO médico, além de segmentar as palavras-chave amplas e de cauda curta, como “clínica perto de mim”, o recomendado é escolher também termos mais focadas e de cauda longa, como “clínica dermatológica em São Paulo”. A segunda opção demonstra uma intenção mais definida, que pode ser parâmetro para mostrar aos buscadores a relevância da palavra-chave para a empresa.

Ahrefs, Semrush e Keywords Everywhere são exemplos de ferramentas de pesquisa de palavras-chave que ajudam a descobrir as mais adequadas e a avaliar a relevância de cada termo.

Além disso, o conteúdo do site deve ser útil e de qualidade, seguindo os padrões de Experiência, Especialização, Autoridade e Confiabilidade (EEAT) do Google. A experiência da página e a segurança do site, com HTTPS, também são aspectos considerados para uma boa classificação nos mecanismos de busca.

Outra ação necessária, conforme os especialistas em SEO, é simplificar a arquitetura do site para facilitar a navegação dos usuários e melhorar a interpretação dos buscadores acerca da relevância e da relação entre as páginas.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias