quinta-feira, maio 30, 2024
Home Negócios Enfermeiras abrem primeira unidade do Grupo Acolher e Cuidar em Belém

Enfermeiras abrem primeira unidade do Grupo Acolher e Cuidar em Belém

por Redação
0 comentário

Especializada na prestação de serviços domiciliares em saúde através do atendimento multiprofissional e de cuidador de idosos, o Grupo Acolher e Cuidar Franchising, inaugura a primeira loja franqueada em Belém, no Pará, região Norte, no próximo dia 10 de maio (sexta-feira). O novo espaço fica no centro comercial do bairro Umarizal.

O empreendimento será comandado pelas enfermeiras e professoras, Ludimila da Cunha, de 35 anos, que também é advogada, e Stelacelly Silveira, de 31 anos, professora na Universidade do Estado do Pará e na Finama, ambas doutorandas na área da saúde e especialistas em saúde do idoso.

Mercado promissor

Dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF) apontaram que Belém alcançou o 3º lugar no ranking dos dez municípios que registraram o maior crescimento em número de unidades franqueadas no primeiro semestre de 2023. A cidade saiu da 13ª posição, com um crescimento no número de operações de 9,6% e subiu de 1.339 para 1.467 unidades. Ainda segundo a Associação, a atividade turística que caracteriza a capital paraense associada à retomada de serviços, e a confiabilidade do empresariado favoreceu o crescimento de novas redes de franquias.

O setor de saúde é próspero e com demanda crescente, tendo oportunidades promissoras e com grande potencial de trabalho. Queremos trazer para Belém e região metropolitana mais qualidade para o cuidado prestado, em especial aos idosos, já que há mercado com potencial devido ao perfil de envelhecimento”, analisa Stelacelly Toscano.

A unidade da Acolher e Cuidar atenderá toda região metropolitana, incluindo Belém, Ananindeua; Marituba; Benevides; Santa Bárbara do Pará; Santa Izabel do Pará; Castanhal e Barcarena.

Modelo de negócio

As enfermeiras e agora empreendedoras, optaram por abrir o modelo Premium. Para isso, investiram cerca de R$ 100 mil, que é um formato de loja física onde está incluso a locação de equipamentos hospitalar; serviços de procedimento pontual; serviços de enfermagem (tratamento de feridas, soroterapia, antibioticoterapia, entre outros, que tem por objetivo evitar internação hospitalar); Programa Ame Acolher e Cuidar, e serviços de cuidador de idosos – carro-chefe da franquia – para períodos de 6h, 12h ou 24h. A expectativa é que o faturamento chegue a R$ 100 mil mensal em até seis meses de negócio.

Ludimila conta que viveu na pele o que as famílias e os pacientes passam no domicílio, com a necessidade de cuidado 24h por dia. Tenho uma avó com quase 80 anos e com sequelas de aneurisma cerebral e Alzheimer em grau moderado, que possui cuidadores 24h. Minha avó sempre foi muito ativa as sequelas do aneurisma a deixaram acamada e dependente. Aos poucos ela foi recuperando os movimentos físicos e retomando o autocuidado, sempre com auxílio, e nesse período o Alzheimer avançou comprometendo sua memória e outras funções cognitivas. Essa experiência pessoal me fez ver esse mercado profissional por outro ângulo, onde muitas vezes falta mão de obra capacitada e experienteÉ comum observarmos que a equipe de saúde não se comunica para pensar em um plano de tratamento integrado e adequado à necessidade da paciente, com isso, a família sofre com o processo, diz a nova franqueada.

A empreendedora enfatiza ainda que: A proposta da Acolher e Cuidar atende a essas dores do paciente e família, que é ter profissionais capacitados e treinados, além de outros recursos que visam aproximar paciente, família e profissionais de saúde envolvidos no cuidado. Por isso me encantei com a missão, visão e valores da empresa, seguiremos juntos para levar o cuidado qualificado e seguro para os lares das pessoas”.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias