NewsNewsletter

Doctor Feet lança modelo de negócios mais enxuto

0

A rede de franquias Doctor Feet, especializada em podologia e venda de produtos ortopédicos, está lançando um modelo de negócio mais enxuto para operar em  pequenos malls, estações de metrô e supermercados, com valores a partir de R$ 180 mil. Com duas cabines e um mix de produtos mais compacto, o novo formato mira em empreendedores que desejam investir no próprio negócio sem perder a segurança de um serviço já consolidado no mercado, mas com um investimento inicial menor.

Com apenas 16m² de área útil, a primeira unidade deste novo modelo acaba de ser inaugurada no Pátio Metrô São Bento, na capital paulista. O objetivo é intensificar o plano de expansão neste formato e abrir mais 30 lojas até 2022. “Nossa estratégia é ampliar a capilaridade do negócio e tornar a marca uma opção ainda mais acessível ao público, já que, localizado em pontos de alto tráfego de pessoas, veem na franquia mais do que uma opção de bem-estar, mas também de saúde e cuidados com os pés”, afirma o presidente da rede, Jonas Bechelli.

Esta unidade é também a primeira loja da Doctor Feet dentro de uma estação do metrô e vem ao encontro de uma demanda que cresceu no último ano: um público mais jovem que aprendeu a reconhecer os benefícios do autocuidado pessoal. “São nos deslocamentos entre trabalho e casa que muitas pessoas aproveitam que estão nas ruas para cuidar da saúde e do corpo. Esse tipo de cuidado é imprescindível e a pandemia trouxe esse novo olhar”, aponta Bechelli, que acredita também que o novo formato será muito bem aceito em grandes capitais e nas cidades adjacentes, como Região Metropolitana de São Paulo e Rio de Janeiro.

A expectativa da rede é inaugurar um total de mais 60 unidades até o fim de 2022, sendo metade delas em ruas e pequenos centros comerciais e as demais em shoppings centers, seguindo a estratégia que já vinha sendo adotada. “Apesar das restrições impostas pela Covid-19, a tendência é a expansão do mix de serviços dentro destes empreendimentos em um futuro próximo e, aproveitando o momento, existem boas oportunidades de negociação desses espaços, o que também favorece nosso modelo de expansão para essas áreas”, explica o executivo.

Montreal anuncia tecnologia para o monitoramento online de dados clínicos

Artigo anterior

KPMG: setor de saúde precisa investir mais em pessoas e tecnologia

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News