InovaçãoNewsletter

Montreal anuncia tecnologia para o monitoramento online de dados clínicos

0

O desenvolvimento de doenças crônicas, por exemplo, exige mudanças na forma de lidar com prevenção, diagnósticos, monitoramento e com o tratamento. Pensando em trazer mais qualidade de vida para os pacientes, a mCare, “joint venture” entre a Montreal, uma das maiores integradoras de soluções de TI do Brasil, e a Elar, empresa do segmento de saúde e gestão médica especializada em produtos médicos nacionais e importados, bem como monitoramento de saúde, desenvolveu um sistema que permite o acompanhamento e compartilhamento online das condições de saúde do usuário.

O mCare possibilita a transmissão em tempo real de indicadores clínicos – como temperatura, pressão arterial, taxa de glicose, entre outros – para um médico, hospital, plano de saúde ou qualquer outro destinatário indicado pelo usuário. Trata-se de um sistema extremamente útil também para pacientes internados sob regime de home care.

O sistema, apoiado na tecnologia bluetooth, permite a transmissão de dados dos dispositivos (termômetro, aparelho de pressão, oxímetro, balança etc.) para o smartphone (iOS ou Android) ou qualquer outro device do paciente ou de um acompanhante. As informações podem ser automaticamente compartilhadas com o médico. Em caso de oscilações atípicas, ele recebe ainda um alerta imediato. O especialista, então, pode orientar o paciente sobre o melhor procedimento. Ou, se necessário, providenciar sua remoção para uma unidade hospitalar. O mesmo sistema permite ainda a transmissão dos dados clínicos aos demais profissionais envolvidos no atendimento. Todo o histórico do usuário fica armazenado na nuvem, em um ambiente desenvolvido pela Montreal, o MI Box.

O mCare funciona por meio de três canais integrados: um aplicativo para o usuário (disponível nos sistemas iOS, Android e Windows) , um portal e dispositivos de sinais vitais. Por ora, a tecnologia estará disponível para dois tipos específicos de termômetro, um de contato e outro de medição contínua, um oxímetro, um aparelho de pressão, um glicosímetro e uma balança.

O sistema possibilita, por exemplo, o acompanhamento contínuo da taxa de glicose. Neste caso, o dispositivo fica conectado ao usuário, com uma medição periódica predefinida. O mesmo está conectado por bluetooth ao smartphone ou tablet, que recebe e transmite os dados para a central da Montreal. Em caso de alguma intercorrência, uma variação de taxa fora dos limites previamente estabelecidos, o sistema automaticamente envia as informações para o cadastrado que o próprio paciente indicar. Por meio de SMS, e-mail ou contato de voz.

“A Montreal dedicou-se para desenvolver uma tecnologia capaz de dinamizar o atendimento médico e melhorar a qualidade de vida de portadores de doenças crônicas ou mesmo pacientes em home care. Neste caso, o tempo entre um problema clínico, a transmissão das informações e o contato com o médico é ainda mais vital e decisivo”, diz Adriano Carpinetti, gerente de Inovações da Montreal.

Dasa adquire Hospital Paraná e fortalece seu ecossistema de atuação nacional

Artigo anterior

Doctor Feet lança modelo de negócios mais enxuto

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar