sexta-feira, julho 19, 2024
Home News Hospital Santa Isabel implanta novo robô-cirurgião em Blumenau

Hospital Santa Isabel implanta novo robô-cirurgião em Blumenau

por Redação
0 comentário

Para o lançamento desta novidade, a Equipe Multidisciplinar realizou dois procedimentos de hérnia de parede abdominal complexa na quarta-feira, 11 de outubro. “Vamos utilizar o robô para a reconstrução da parede abdominal dos nossos pacientes”, explica o Dr. Pedro Trauczynski, Médico Chefe do Programa de Cirurgia Robótica do Hospital Santa Isabel. “Com este novo equipamento, mais moderno que o anterior, faremos um procedimento muito menos invasivo. Sem esta tecnologia, precisaríamos fazer grandes incisões no paciente, resultando em maior perda sanguínea e cicatrizes maiores. A Cirurgia Robótica permite que o paciente tenha recuperação mais rápida no pós-operatório, pois os cortes cirúrgicos são bem menores”, complementa o especialista.

“Somos referência em Santa Catarina para Cirurgia Robótica, não apenas por sermos pioneiros, mas porque temos a equipe mais bem preparada para operar a tecnologia”, afirma Juliano Petters, Diretor Executivo do Hospital Santa Isabel. “Estamos nos tornando referência nacional em procedimentos robóticos complexos de hérnia, dentre outras especialidades”, completa. 

O Hospital Santa Isabel iniciou o Programa de Cirurgia Robótica em 2019 e já realizou mais de 650 procedimentos. As especialidades mais beneficiadas com a Cirurgia Robótica são: urologia, cirurgia geral e torácica, cirurgia oncológica e digestiva, cirurgia de cabeça e pescoço e ginecologia. O Programa de Cirurgia Robótica do Hospital Santa Isabel conta com mais de 35 cirurgiões certificados e atende pacientes de todo o estado de Santa Catarina.

Quarta geração robótica da Intuitive

O Robô Da Vinci X é o mais moderno do mercado. As diferenças entre ele e o antigo equipamento usado no Hospital Santa Isabel são: atualização de software para um mais moderno e inteligente; movimentos mais precisos; pinças que permitem cortes ainda menores e com outras vantagens, como as pinças de eletrocautério que possibilitam selar grandes vasos sanguíneos com ainda mais precisão; câmera que pode ser utilizada em todos os quatro braços do robô, não apenas em um como no antigo equipamento; e recursos para inversão da imagem, para que o cirurgião robótico não veja um local cirúrgico de cabeça para baixo. 

Outra grande vantagem ao paciente é que as pinças robóticas têm maior durabilidade, o que diminui os custos do procedimento: “antes, uma pinça poderia ser usada em até dez procedimentos. Agora, são até 16. Dessa forma poderemos viabilizar para que  mais pacientes possam ser beneficiados pelo uso da tecnologia”, destaca o Dr. Pedro Trauczynski.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside