News

Anvisa atende reivindicação da ABIMO e simplifica acesso a equipamentos

0

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) acatou um pedido da Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios (ABIMO) e, a partir desta sexta-feira, 20, começa a simplificar o processo de regularização de produtos para atuar no combate ao novo coronavírus (Covid-19). A partir de agora, Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), como máscaras, luvas, e aventais – além de equipamentos médicos, como ventilador pulmonar – poderão ser regularizados no país de maneira mais ágil, caso seja configurada a indicação de uso para prevenção ou tratamento da doença causada pelo novo coronavírus (COVID-19). A Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) foi publicada hoje no Diário Oficial da União.

De acordo com o presidente da ABIMO, Franco Pallamolla, a atitude da Anvisa só demonstra a credibilidade das empresas brasileiras e quanto a Agência está disposta a atuar fortemente no combate à pandemia do novo coronavírus. Além disso, Franco destacou a união dos associados da ABIMO que, de maneira propositiva e com capacidade de entendimento e desprendimento, buscam soluções rápidas e eficazes para ajudar nessa crise de saúde pública sem precedentes recentes na história do Brasil.

“A Anvisa acatou imediatamente um pedido da indústria nacional, partindo da premissa de que não vamos medir esforços para colocar os produtos necessários para abastecer o mercado”, ressalta o presidente da ABIMO. Ainda de acordo com Franco Pallamolla, apesar dos esforços que a indústria nacional vem realizando, inclusive revendo o seu planejamento de produção, não é possível assegurar que a capacidade produtiva instalada seja suficiente para suportar a alta da demanda que se vislumbra.

A reunião, coordenada pelo Diretor da Anvisa, Fernando Mendes, e que contou com a Gerência de Regulamentação e a Gerência de Produtos para Saúde da agência, aconteceu em Brasília, na quinta-feira,19, com diretores da ABIMO para tratar da necessidade de atender a demanda de ventiladores pulmonares.

Startups desenvolvem soluções no combate ao Coronavírus

Artigo anterior

FAPESP financiará projetos de pesquisa para o combate ao coronavírus

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News