quarta-feira, junho 19, 2024
Home Artigos Saúde e bem-estar: pilares para a produtividade e sucesso do negócio

Saúde e bem-estar: pilares para a produtividade e sucesso do negócio

por Katiuscia Teixeira
0 comentário

Temos observado uma crescente percepção do ambiente corporativo como um cenário altamente competitivo e sujeito a intensas pressões. À medida que esse movimento vem se intensificando, emerge a importância de investir na saúde e bem-estar dos colaboradores como fator essencial para a manutenção de um local de trabalho saudável e produtivo.

A relação entre saúde, ambiente e alto desempenho é algo que vem se tornando mais presente nas discussões sobre o crescimento sustentável das empresas.

Impacto positivo na produtividade e desempenho organizacional

Empresas que priorizam seus colaboradores experienciam maior engajamento e apresentam crescimento na produtividade e contribuições significativas para os objetivos da organização. De acordo com artigo publicado no World Economic Forum,  estudos de caso mostram que as empresas com funcionários felizes e saudáveis podem ser mais lucrativas do que os concorrentes, e as empresas comprometidas com a saúde e o bem-estar da sua força de trabalho demonstram um desempenho superior das ações no mercado. Ainda, empresas que receberam prêmios pelas suas iniciativas de saúde, segurança e bem-estar tiveram um crescimento de 115% nos lucros por ação. Implementar programas abrangentes, que tenham o propósito de contribuir para a saúde e bem-estar, vai além dos benefícios tradicionais, como plano de saúde, aplicativos de saúde mental, dentre outros. São ações que visam melhorar a qualidade de vida no trabalho e além dele. Em primeiro lugar, trabalhar as lideranças para construção de ambientes psicologicamente seguros, além de outras ações que vão desde programas de ginástica e aulas de ioga até orientação sobre saúde mental, políticas flexíveis e incentivo a um padrão de vida saudável em conjunto com a vida no trabalho. Essas iniciativas demonstram responsabilidade organizacional com a segurança e apresentam benefícios para o desempenho, construindo uma base sólida para desenvolvimento a longo prazo.

Clima organizacional e cultura empresarial

Um estudo realizado pela Universidade da Califórnia identificou que um trabalhador feliz é, em média, 31% mais produtivo e três vezes mais criativo. A promoção da saúde e bem-estar não está resumida a benefícios individuais. Associando o comprometimento ao desenvolvimento, é possível criar um ambiente onde a confiança, a colaboração e a inovação são pilares de desenvolvimento conjunto.

Iniciativas que promovem a saúde, como programas de exercícios, ergometria, pausas regulares e um acompanhamento psicológico sólido, resultam em equipes mais interessadas e comprometidas com a produção e os resultados positivos da organização.

O trabalho de manutenção do bem-estar dentro da empresa também deve partir dos líderes. Segundo uma pesquisa do Workforce Institute, 1 em cada 3 colaboradores disse que seu líder não reconhece o impacto que tem no bem-estar de sua equipe. Isso aponta que a maior parte dos papéis de liderança não relacionam a saúde do seu núcleo com a sua forma de liderar. Além dos esforços destinados aos programas de saúde, é importante saber que uma equipe saudável vai do início ao fim: um líder que busca avaliar sua saúde física e mental passa essa consideração também para o seu núcleo, se mostrando vulneráveis e até mesmo admirados pela transparência e pela busca por mudança.

Além dessas medidas, é essencial promover e reconhecer a diversidade, componente essencial para a saúde organizacional. Ações internas que incluam e incentivem um ambiente diverso são essenciais para que todos os colaboradores se sintam valorizados e respeitados, proporcionando um local onde ser você mesmo é essencial. A segurança psicológica proporciona um ambiente onde os funcionários podem expressar suas ideias e opiniões sem medo de discriminação e/ou represálias.

A importância em manter um ambiente saudável já é uma necessidade presente. Ambientes e líderes que reconhecem essa dinâmica são beneficiados pelos bons resultados e retenção de talentos. Essas ações vão além do aspecto financeiro, pois são impulsionadoras de uma sociedade mais saudável, feliz e realizada. É essencial que as lideranças de uma organização tenham também ciência do seu papel de não só promover a saúde mental, como fortalecer e buscar ouvir ativamente os funcionários que os veem como exemplo.

Katiuscia Teixeira, Chief Human Resources Officer (CHRO) da Zenvia.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias