InovaçãoNewsNewsletter

Assina Saúde usa IA para democratizar acesso à telemedicina

0

O acesso a consultas e exames por meio da telemedicina já é uma tendência consolidada mundialmente. A plataforma criada pela startup Assina Saúde visa através do uso intensivo das melhores tecnologias de Inteligência Artificial aliadas a telemedicina, proporcionar o alcance à assistência médica de qualidade com preços mais acessíveis para a população, em especial para aqueles que não têm condições de arcar com um plano de saúde privado e são dependentes do sistema público de saúde.

A ideia da empresa surgiu em 2018, com estudos de iniciativas inovadoras em saúde nos Estados Unidos, Europa e China. Em 2020, a empresa obteve um crescimento de 26% ao mês em faturamento recorrente, ultrapassando 1 milhão de reais em ARR (Annual Recurring Revenue) com mais de 2.000 assinaturas vendidas no Brasil.

“Sabemos que com o uso da inteligência artificial é possível tornar a medicina mais democrática e atingível para toda a população. Oferecemos através de uma assinatura mensal acesso a uma plataforma de saúde direto do celular com vários serviços, incluindo acompanhamento e monitoramento de saúde 24 horas por dia com médicos e diversos profissionais. Nascemos com o propósito de disponibilizar aos nossos assinantes uma experiência digital exclusiva com descontos de até 60% em consultas, exames ou medicamentos em rede credenciada”, explica Bruno Carvalho, CEO da Assina Saúde.

A Assina Saúde chegou ao mercado com grandes desafios, entre eles proporcionar à população uma experiência digital com atendimento médico e acesso a um programa constante voltado para a saúde a preços acessíveis. Com base nesse modelo, a ideia não é somente fornecer serviços para quem precisa de consultas pontuais, mas também ajudar os brasileiros a cuidarem da saúde de forma preventiva e apoiar pacientes crônicos no acompanhamento constante de seu bem-estar.

“O modelo de negócios que oferecemos se baseia em recorrência. Por meio de uma mensalidade, nossos assinantes têm acesso a um acompanhamento de saúde híbrido 24h, seja por nosso aplicativo para um atendimento virtual por telemedicina, ou junto de nossa rede de atendimento própria ou credenciada. Nenhum sistema de saúde privado oferece tantos serviços com tecnologia e comodidade por um custo que de fato atenda ao perfil econômico da maior parte da população brasileira, que depende basicamente do sistema público”, ressalta Carvalho.

VidaClass triplica os atendimentos por telemedicina em um ano

Artigo anterior

Levantamento da Memed revela aceleração da digitalização das receitas médicas no Brasil

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar