NewsNewsletter

VidaClass triplica os atendimentos por telemedicina em um ano

0

Lançada em 2014, a VidaClass é uma plataforma de saúde que oferece consultas, exames, pacotes hospitalares, entrega de medicamentos e telemedicina. Entretanto, a telemedicina foi lançada na empresa em 2019, inicialmente com consultas feitas por médicos de Portugal, mas o serviço adquiriu força depois que Governo Federal Brasileiro aprovou em caráter de urgência o uso da telemedicina no Brasil e possibilitou que médicos brasileiros também pudessem oferecer consultas online.

A teleconsulta permite contato mais seguro entre médicos e pacientes para pronto-atendimento durante a pandemia e deve se consolidar também em consultas eletivas. Mais de 90% dos teleatendimentos são resolvidos na própria teleconsulta de pronto-atendimento, sem existir a necessidade de encaminhamento do paciente para o atendimento presencial.

Depois da Resolução Federal, assinada pelo presidente em abril do ano passado, que permitiu a prática de telemedicina com médicos brasileiros, foram mais de 1 milhão de atendimentos médicos realizados por uma equipe especializada, com mais de 25 mil profissionais da saúde treinados, para prestarem o serviço por videoconferência para os assinantes dos serviços Vida Class.

Para utilizar a plataforma, o paciente escolhe o profissional desejado por meio de filtros, como preço, distância e especialidade. Quando os três filtros combinam, a plataforma encontra a opção que mais se encaixa no interesse do paciente e finaliza a solicitação. Além disso, a ferramenta mostra com clareza quem são os profissionais disponíveis e os descontos oferecidos.

A publicitária de 39 anos, Simone da Silva, relata sua experiência a telemedicina, ela agendou uma consulta e foi atendida virtualmente pela ginecologista Regina Paula Ares: “A médica foi muito atenciosa, tirou minhas dúvidas, explicou os sintomas, me deu algumas recomendações e prescreveu medicamentos. E o melhor é que não precisei sair de casa. Minha experiência com a VidaClass foi muito positiva”, ressalta ela.

Além do pronto-atendimento médico, adulto e infantil, as consultas eletivas por telemedicina foram responsáveis por grande parte dos atendimentos nas especialidades básicas de clínica geral e em saúde mental, com assistência psicológica especializada.

Evento discute novas regulamentações para atendimento ao consumidor

Artigo anterior

Assina Saúde usa IA para democratizar acesso à telemedicina

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News