NewsNewsletter

Healthtech passa a oferecer pagamento parcelado em boleto para realização de cirurgias eletivas

0

A Vidia, plataforma digital que oferece cirurgias eletivas em hospitais particulares com preço fixo, anuncia parceria com a Koin, fintech de pagamentos para compras parceladas sem cartão de crédito. A iniciativa tem como objetivo desburocratizar o acesso a cirurgias eletivas e, ainda, ampliar as opções para custear os procedimentos cirúrgicos.

Hoje a Vidia oferece facilidades como o pagamento em cartão de crédito e boleto bancário; além da opção de criar vaquinha virtual. Com a parceria entre Koin e Vidia, os clientes têm a partir de agora a possibilidade também do parcelamento via boleto, com taxas bastante atrativas.

Para Mirelle Hampel, diretora de marketing da Koin, as necessidades atuais exigem novos modelos de pagamento. “Queremos melhorar a vida das pessoas democratizando e ampliando as possibilidades de acesso a bens e serviços. Visando isso, oferecemos uma experiência muito rápida, simples e segura, sem que haja necessidade de expor dados, enviar documentos ou fotos. Todo o processo é 100% online, independente de cartão de crédito ou conta bancária. , ressalta a executiva.

De acordo com o CEO e cofundador da Vidia, Thiago Bonini, a healthtech tem o objetivo de promover saúde de qualidade de forma simples, menos burocrática e com acessibilidade em diferentes sentidos. “Nosso modelo de negócio permite que pessoas sem planos de saúde acessem os procedimentos que necessitam de maneira rápida e com valores previsíveis”, esclarece o executivo.

Ainda segundo Thiago, a Vidia está no mercado para viabilizar as opções de quem precisa cuidar da saúde. “Existem muitas soluções no mercado de tecnologia em saúde, mas pouco ainda foi feito para resolver o acesso a cirurgias — esse é o nosso propósito. A parceria com Koin permitirá mais opções de pagamento, agora por meio do parcelamento via boleto bancário”, completa Bonini.

Oscar Health abre plataforma de tecnologia para terceiros

Artigo anterior

Novos testes que detectam variantes da COVID-19 começam a ser exportados a partir da Coreia do Sul

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News