terça-feira, junho 18, 2024
Home News Livance anuncia rodada de R$ 65 milhões liderada pelo fundo monashees

Livance anuncia rodada de R$ 65 milhões liderada pelo fundo monashees

por Redação
0 comentário

A Livance, healthtech de espaços, serviços e gestão de consultórios, anuncia aporte de R$ 65 milhões. O investimento foi liderado pela monashees, gestora pioneira de Venture Capital na América Latina, e teve participação dos já acionistas Cadonau Investimentos e Terracotta Ventures. Com os recursos levantados, a startup planeja aumentar a operação, com abertura de novas unidades, aprimorar sua tecnologia e digitalizar cada vez mais processos dentro do setor de saúde.

A Livance foi fundada em 2017, após os sócios fundadores, o administrador Claudio Mifano, o engenheiro Gustavo Machado e o médico Fábio Soccol se conhecerem em Stanford e voltarem ao Brasil com o objetivo de montar um negócio na área da saúde. Dentro do ecossistema da healthtech, profissionais com mais de 70 especialidades recebem todo o suporte necessário como site pessoal, secretárias para agendamento e até mesmo controle de agenda, pagamentos e recebimentos através do aplicativo da startup, além de terem acesso aos espaços de trabalho coletivo para criação de networking, atendimento em todas as unidades trazendo mobilidade para o dia a dia.

“Esse aporte nos permitirá prosseguir com a expansão de nossas unidades oferecendo ainda mais mobilidade aos profissionais e seus pacientes. A ideia é atingir 30 unidades em dois anos — temos 14 atualmente. Destinaremos parte dos recursos para evoluir a tecnologia da nossa plataforma e iremos digitalizar cada vez mais processos dentro do setor de saúde, contribuindo para reduzir custos e trazer mais eficiência para o segmento como um todo e, ao mesmo tempo, melhorar a experiência tanto para médicos quanto para pacientes, que terão acesso a uma jornada digital de ponta a ponta”, explica o co-founder e CEO da Livance, Claudio Mifano.

A companhia já havia recebido R$30 milhões em uma rodada em junho de 2021, com participação da Astella Investimentos, Terracotta Ventures, Cadonau Investimentos, Green Rock e Mago Capital. O cenário na época, como destaca Mifano, era de bonança para o setor.

“Estávamos no auge dos investimentos em startups. Hoje, de forma geral, os investidores estão mais cautelosos e exigentes, até porque o custo do dinheiro aumentou muito. Tem sido um período mais difícil e a barra subiu, mas nós temos crescido com consistência e qualidade nos últimos anos, ultrapassando a marca de mais de seis mil médicos e profissionais de saúde em nossa plataforma e com a expectativa de crescer bastante esse número, além de poder ajudar cada vez mais o setor de saúde de forma mais ampla. O aporte e apoio da monashees, que tem muita experiência por ter feito parte de grandes histórias de startups brasileiras, nos ajudará em nossa jornada de consolidação como uma das healthtechs de maior impacto e relevância no país”, pontua o CEO.

Caio Bolognesi, General Partner da monashees, explica que a decisão para o investimento foi bastante estratégica considerando o cenário atual. “O setor de saúde passa por um momento onde a pressão de custos é alta. Modelos como os da Livance trazem benefícios para os profissionais de saúde e para o paciente de uma maneira mais eficiente, beneficiando o sistema. Os excelentes resultados obtidos até aqui confirmam que a Livance atende a necessidade de muitos desses profissionais e estamos muito confiantes que seguirão sendo uma referência no setor”, finaliza.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias