ArtigosNewsletter

Investimento em comunicação interna no setor da Saúde melhora nível de atendimento e receita

0

A Pandemia faz com que hospitais e clínicas tenham de manter seus profissionais engajados e dentro do propósito da empresa para alcançar resultados satisfatórios em termos de receita, rotatividade e qualidade do atendimento. Comunicação Interna e tecnologia contribuem para chegar lá, apontam pesquisas e cases.

Estudo recente da Advisory Board, reconhecida instituição norte-americana indicou que o aumento de 1% no engajamento dos funcionários, impactava positivamente em 0,33% na avaliação geral do hospital, dado esse que reforça uma pesquisa anterior da Gallup em que afirmava-se que o engajamento dos enfermeiros é a variante número um na mortalidade hospitalar, ultrapassando fatores como a tecnologia. Tais estudos demonstram como a eficiência da Comunicação Interna pode gerar resultados positivos para os negócios e também salvar vidas.

De olho nesse cenário, o  setor de saúde tem buscado uma solução que atende a necessidade de engajamento dos mais diferentes públicos internos de clínicas e hospitais.

No setor da saúde, também é preciso alinhar os propósitos da instituição com os dos colaboradores. Buscar um canal interativo de comunicação entre empresa e colaboradores, por meio de um mural participativo, com conteúdos segmentados por público, quizzes, pesquisas de opinião e depoimentos entre colaboradores, além das funcionalidades de engajamento e sistemas externos de RH.

Um profissional de comunicação em um serviço de saúde precisa informar os colaboradores, independentemente de fatores como turnos e cargos. Utilizar e-mail é correr o risco de a mensagem não ser aberta ou se perder em meio a outros. Se lançar mão de murais, há a chance desse canal ser considerado como “paisagem” por vários colaboradores, que não se atentam às suas atualizações. Dessa forma, apostar em uma estratégia com múltiplos canais é uma alternativa, mas não é a melhor se também considerarmos o gasto com tempo para atualizar diversas frentes e o investimento financeiro para mantê-las.

Assim, um app de comunicação interna e RH, que esteja no alcance de todos os colaboradores, com acesso de uma forma simplificada, com recursos de engajamento e métricas para ajudar o profissional de comunicação. Um meio que favorece todos esses requisitos e, provavelmente, estará no bolso da calça, do jaleco ou camiseta do colaborador é o smartphone. Comunicar-se via celular é mais certeiro, pois seu uso é habitual na rotina das pessoas.

Solução: um aplicativo de comunicação interna

Uma estratégia é utilizar um aplicativo simples, fácil de ser instalado, e que pode ser acessado em qualquer turno e ambiente de trabalho, chegar ao colaborador sem distinção de cargo ou rotina, ser atualizado em tempo real e ainda ter recursos próprios e personalizados de engajamento.

Isso é um bônus para o profissional de comunicação que trabalha no setor da saúde, pois é uma forma de centralizar as informações em um só canal, otimizar o tempo de trabalho para dedicar esforços em outros projetos, além de analisar periodicamente o desempenho das ações de comunicação interna.

Gabriel Kessler, CGO do Dialog.ci.

O poder da tecnologia no suporte aos tratamentos terapêuticos

Artigo anterior

Comitê Paralímpico adquire equipamento da GE Healthcare

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais Artigos