NewsNewsletter

Pareto usa automações de processos robóticos para evitar Síndrome de Burnout

0

Um dos temas mais importantes a serem discutidos atualmente, principalmente com a pandemia de COVID-19, é a saúde mental. Segundo a International Stress Management Association (ISMA-BR), o Brasil já é o segundo país do mundo com mais vítimas da Síndrome de Burnout, classificada como doença ocupacional pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a partir de 2022. Como alternativa para auxiliar profissionais em suas áreas de atuação, a Pareto, startup de inteligência artificial especializada em RPA para marketing e vendas, desenvolve ferramentas que ajudam a aliviar as demandas desses profissionais.   

As Automações de Processos Robóticos ajudam a evitar o esgotamento mental, reduzindo a execução de tarefas repetitivas e a pressão do erro humano. Uma das doenças mais conhecidas de toda essa pressão psicológica é a Síndrome de Burnout, capaz de levar o profissional à exaustão, seja pelas atividades repetitivas, o trabalho monótono e entediante ou pela cobrança exagerada dos chefes. Estima-se que 30% dos brasileiros sofram com o problema, também de acordo com a ISMA-BR.   

Atualmente, as máquinas já são capazes de fazer tarefas com simples programações, o que ajuda milhares de pessoas a mudar o foco no trabalho e a cuidar de questões que necessitam do pensamento e da estratégia humana. Com a Inteligência Artificial é possível, por exemplo, facilitar a gestão e monitoramento de campanhas completas de mídia paga digital, como alerta de limite de orçamentos, análises, relatórios e todos os elementos fundamentais para a boa administração de recursos, reduzindo drasticamente o tempo dedicado a essas tarefas e liberando o profissional para trabalhar questões estratégicas ou momentos que ajudem na descompressão do trabalho.   

#PareTalk dá dicas para profissionais   

Como uma forma de ajudar na saúde mental dos profissionais, a Pareto desenvolveu o #PareTalk, podcast focado em falar do dia a dia operacional e em como descomplicar tarefas. Já são 38 episódios lançados e disponíveis gratuitamente nas plataformas digitais, como o Spotify, abordando temas como carreira, Marketing, qualidade de vida, inovação, além dos problemas mais comuns no ambiente profissional, como a ansiedade, os desafios, as alegrias e as frustrações de uma carreira.   

“Carregamos um lema que diz muito sobre o que queremos fazer: reumanizar pessoas e robotizar processos. Como empresa de tecnologia, a nossa missão é desenvolver e manter ferramentas que ajudem os profissionais a descomplicar o cotidiano no trabalho. E como isso é feito? Reduzindo ao máximo tarefas que hoje em dia podem – e devem – ser feitas por máquinas e, assim, reservar tempo para focar em outras questões ou simplesmente descansar a mente. Os problemas como a ansiedade ou a depressão estão aí como ‘o mal do século’. Cabe a nós mesmos solucionarmos isso”, afirma Rica Barros, CEO da Pareto e apresentador do podcast #PareTalk.   

Janeiro Branco   

Criada em 2014 por psicólogos da cidade de Uberlândia (MG), a campanha Janeiro Branco visa conscientizar sobre a importância de cuidar da saúde mental. A ideia parte da chegada do ano novo, época em que é comum fazer planos e resoluções para os próximos 12 meses. A proposta é incluir nesses planos os cuidados com a mente e segue o mesmo conceito de outras campanhas consolidadas, como o Outubro Rosa e o Novembro Azul.   

Sobre a Pareto   

Fundada em 2016, a Pareto criou a primeira Inteligência Artificial assistente profissional do mundo, dando origem ao mercado de timeback. Chamada de TESS, a IA automatiza processos repetitivos nos setores de Marketing e Vendas, recuperando o tempo perdido. Com 114% de crescimento médio ao ano, e Valuation estimado acima dos 200 milhões de reais, a empresa brasileira, com sede no Rio e filiais em São Paulo.

IoT Business Forum terá painel especial sobre Internet das Coisas na área da Saúde

Artigo anterior

PTC Therapeutics lança programa suportar iniciativas que beneficiam a comunidade de pacientes com distrofia muscular de Duchenne

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode gostar

Mais News