NewsNewsletter

Sanar adquire Cetrus por R$ 166 milhões e expande plataforma de educação médica

0

A Sanar, startup de educação e suporte a médicos, acaba de anunciar a aquisição do Cetrus, centro de treinamento de habilidades médicas especializadas. O valor da transação foi de R$ 166 milhões e contou com investimentos dos fundos Valor, Vox, DNA, Península e Green Rock. Ao integrar o Cetrus ao seu portfólio, a Sanar se torna a primeira companhia a oferecer uma jornada digital completa desde a graduação até o ensino prático da subespecialidade.

Com 27 anos de atividades, o Cetrus já formou mais de 50 mil médicos em cursos especializados como medicina fetal, ultrassonografia geral, ginecologia e obstetrícia. A empresa de educação também é considerada a maior escola privada de ultrassonografia do mundo. Além disso, oferece mais de 120 mil atendimentos gratuitos por ano para pacientes de comunidades em São Paulo e Recife

A operação é a maior aquisição do setor lifelong learning no Brasil e garante à Sanar a posição de principal parceira do médico durante toda a carreira. “A jornada que estamos construindo dará para o médico uma plataforma com um único login para toda a vida profissional. Queremos ajudá-lo a elevar seu potencial desde o dia em que ele ingressa na faculdade. Agora, com o Cetrus, vamos ofertar o ensino de habilidades super especializadas que ainda possuem lacunas no ensino brasileiros e que ajudam a destravar valor para o sistema de saúde” explica  Ubiraci Mercês, CEO e fundador da Sanar. 

A Sanar vai ampliar a oferta de ensino ultraespecializado em áreas da medicina que podem destravar valor para a saúde no futuro. “A nossa estratégia é dar continuidade ao modelo de negócio vencedor do Cetrus, que oferece um tipo de treinamento prático único no mercado, preservando toda a relação com os professores, pacientes, parceiros e alunos”, explica Mercês.

Segundo o CEO, o passo seguinte será conectar todos os serviços do Cetrus à plataforma Sanar. A partir de agora, a jornada educacional, que começa com Sanarflix na graduação, passa pela Sanar Residência Médica e pela Sanar Pós, ganha então mais uma etapa. Desta forma, a Sanar se consolida como uma das maiores plataformas educacionais médicas da América Latina.

O Cetrus foi fundado em 1995, buscando mudar a educação médica e trazendo uma metodologia de ensino embasada na teoria transmitida com a maior assimilação possível do conhecimento e consolidação desses conteúdos através da prática, normalmente em pacientes reais. Criado por dois ginecologistas apaixonados por ultrassonografia, a princípio os cursos eram voltados principalmente para a área de ultrassom geral e ginecológico e aos poucos foram tendo seu escopo aumentado.

Hoje, o Cetrus conta com mais de 150 cursos modulares e pós-graduações, que envolvem áreas como radiologia, ginecologia, medicina fetal, musculoesquelética, medicina da dor, cardiologia e angiologia, pediatria, neurologia, entre outras. Só em 2021 o Cetrus formou mais de 5.400 alunos, que realizaram exames em mais de 62 mil pacientes.

Em 2010, o Cetrus lançou a primeira pós-graduação em medicina fetal, até hoje um dos cursos mais importantes, e que abriu caminho para tantas outras, como as pós em Intervenção em dor, medicina regenerativa musculoesquelética e ginecologia endócrina e reprodutiva. Outro curso é a pós-graduação em ultrassonografia geral, que é oferecida em formato modular, mais flexível para o aluno agendar as datas para vir até as nossas instalações.

Credenciada pelo MEC desde 2019, hoje o Cetrus possui quatro unidades: três prédios inteiros em São Paulo e mais a unidade Recife. Na capital Paulista está o laboratório de anatomia, construído em 2021, em que os alunos têm a oportunidade de treinar procedimentos avançados em cadáveres fresh frozen.

Anahp diz que sinistralidade e custos hospitalares exigem análise criteriosa

Artigo anterior

Fórum de Saúde Digital vai discutir o novo cenário da digitalização da saúde

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode gostar

Mais News