NewsNewsletter

Afya assume operação da Unigranrio no Rio de Janeiro e planeja unidade-modelo de medicina na cidade

0

Pouco mais de dois meses após o anúncio do acordo de compra da Unigranrio, a Afya assume de fato a universidade – que se torna sua maior operação de Medicina e amplia a liderança do grupo neste segmento, com 2.611 vagas autorizadas pelo Ministério da Educação (MEC). A aquisição da Unigranrio representa a entrada da Afya na graduação médica na capital do Rio de Janeiro. Atualmente os cursos de Medicina da Afya estão presentes em 20 cidades, sendo quatro capitais: Teresina (PI), Palmas (TO), João Pessoa (PB) e Porto Velho (RO). Com a conclusão da compra da Unigranrio, o grupo passa a contar com mais dois campi de Medicina – na capital do Rio, na Barra da Tijuca, e no município fluminense de Duque de Caxias. No estado, a Afya já operava, desde janeiro de 2020, por meio do Centro Universitário UniRedentor, em Itaperuna, no Noroeste Fluminense.

Com 10 unidades no estado do Rio, além de um campus em Palhoça (SC) e 82 polos de ensino a distância, a Unigranrio conta com um amplo portfólio de graduação tradicional e tecnológica, nas modalidades presencial e EAD, com cerca de 20 cursos. Em Humanas, destaque para Administração e Direito; na área da saúde, além da Medicina, cursos como Enfermagem, Odontologia e Nutrição reúnem a maior base de alunos. A Unigranrio conta ainda com pós-graduações lato sensu, como cursos de especialização e MBA nas áreas de Saúde, Gestão de Negócios, Educação, Direito, Tecnologia, e stricto sensu, por meio de programas de Doutorado, Mestrado Acadêmico e Mestrado Profissional.

“Nos últimos meses nosso time de Ensino tem se dedicado integralmente a este projeto. Temos grandes planos para tornar a Unigranrio, a 1ª universidade do grupo, ainda melhor. À qualidade acadêmica – é a instituição de ensino privada com fins lucrativos de maior IGC (Índice Geral de Cursos) do estado do Rio: 3,16 versus 2,66 (média dos IGCs do mercado local) -, queremos acrescentar muita inovação e tecnologia aplicada ao ensino, com destaque para a Medicina, que é a nossa especialidade. Projetos inovadores que já estão sendo implementados em algumas unidades da Afya chegarão também a Unigranrio”, explica o Vice-Presidente de Operações da Afya, Dr. Flavio Carvalho.

Um deles é o Centro de Simulação e Saúde. O projeto, que recebeu investimentos de R﹩ 4 milhões, tem por objetivo criar um padrão para todos os laboratórios das instituições de ensino da Afya, com qualidade que permita a todas elas obterem selo de acreditação internacional, emitido pela Sociedade Americana de Simulação em Saúde. “Os grandes beneficiados com o projeto são os alunos, que saem da graduação aptos a realizarem atendimentos em atenção primária, urgência e emergência e, com isso, assumirem com mais segurança seus primeiros plantões. Outro benefício da acreditação é o fato de somar pontos para as provas de residência médica”, completa Dr. Flavio Carvalho.

Outras iniciativas como telemedicina e georeferenciamento, além da implementação no currículo de metodologias específicas da matriz de Medicina da Afya, também estão nos planos. “Um dos projetos que mais nos orgulham no momento é o internato 4.0, estruturado em linha com os melhores projetos acadêmicos de Medicina em vigor no mundo. Nele, damos grande ênfase às competências que queremos desenvolver nos nossos alunos, além de prepará-los para as provas de residência e para a prática médica. Nossos alunos terão contato com plataformas digitais do grupo, como a Medcel (que prepara para as provas de residência) e o Whitebook, há cinco anos no Top 10 dos aplicativos de maior receita gerada no Brasil e consumido por mais de 70% dos médicos formados no país em 2020”, explica o VP de Operações da Afya.

Novo campus-modelo de Medicina

A Afya planeja inaugurar um campus-modelo na cidade do Rio de Janeiro, no mesmo bairro onde fica o campus atual, na Barra da Tijuca, e que irá atender o curso de Medicina e os demais da unidade. “Neste novo espaço vamos reunir todas as fortalezas da Afya: modelo acadêmico de ponta, metodologias ativas, corpo docente qualificado e muita tecnologia”, conclui Dr. Flavio Carvalho.

Plataforma de saúde Yalo gera economia de R$ 10 milhões em consultas e exames

Artigo anterior

Lucro líquido da Pague Menos cresce 683% em relação ao segundo trimestre de 2020

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais News