InovaçãoNewsNewsletter

Google lança API Covid Card que exibe status de vacinação e resultados de testes

0

O Google lançou o suporte para um cartão de certificado de vacina COVID-19 digital para o aplicativo Pay em dispositivos Android, que agora pode armazenar e exibir informações de teste e vacinação COVID-19.

A API Passes atualizada está disponível para fornecedores governamentais e de saúde ou terceiros autorizados nos EUA. Ela oferece aos desenvolvedores a capacidade de criar vacinas digitais COVID-19 e cartões de teste.

Quando um usuário deseja acessar seu cartão COVID, será solicitada a senha, pin ou método biométrico configurado para seu dispositivo Android. O dispositivo exigirá a tela de bloqueio para armazenar o cartão.

A função será disponibilizada primeiro nos Estados Unidos e, em seguida, será expandida para outros países, diz um post do Google Developers escrita por Irfan Faizullabhoy.

“Assim que o usuário armazena a versão digital do COVID Card em seu dispositivo, ele poderá acessá-lo por meio de um atalho na tela inicial do dispositivo, mesmo quando estiver offline ou em áreas com serviço de Internet fraco”, explicou Faizullabhoy. “Para usar este recurso, o dispositivo precisa executar o Android 5 ou posterior e ser certificado pelo Play Protect.”

O aplicativo é normalmente usado para armazenar coisas como cartões de embarque e vales-presente, embora os usuários não precisem ter o aplicativo Pay para baixar e exibir vacinas e informações de teste, observou a postagem do blog.

Um link para uma página separada oferece mais informações sobre o Cartão COVID e seus recursos de privacidade e segurança, bem como instruções para adicionar ícones de atalho à tela inicial para facilitar o acesso às informações.

A central de ajuda também observa que, quando as pessoas adicionam o cartão COVID ao dispositivo, ele pode ser excluído a qualquer momento.

Embora as informações do COVID-19 sejam armazenadas localmente no dispositivo do usuário e as informações de vacinação ou teste não sejam compartilhadas com outros serviços do Google ou de terceiros, o Google disse que usa informações sobre como o cartão COVID é usado – por exemplo, com que frequência o cartão digital o cartão é usado diariamente.

O Google também oferece aos usuários a opção de compartilhar o cartão COVID com outras pessoas. Para fazer isso, os usuários acessam seu cartão COVID em seu dispositivo e o mostram a outra pessoa.

“Quando você permite que outra pessoa escaneie o código QR que é exibido em seu cartão COVID, você permite que ela leia sua vacinação COVID ou as informações de teste que estão armazenadas no código QR”, declarou a entrada da central de ajuda.

O anúncio do Google ocorre no momento em que governos de todo o mundo estão desenvolvendo e implementando certificações digitais COVID para facilitar a viagem de quem foi testado e vacinado.

O “Certificado Digital COVID da UE (EUDCC)”, como é oficialmente conhecido, entrou em vigor em 1 de julho e deve ser válido em 27 estados membros da UE, além da Suíça, Liechtenstein, Islândia e Noruega.

Inovações nos dados chegam à nefrologia brasileira

Artigo anterior

RPA ganha força com aceleração da transformação digital

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar