quarta-feira, maio 22, 2024
Home News Faturamento da Farmarcas cresce 26,45% e soma R$ 6 bilhões em setembro

Faturamento da Farmarcas cresce 26,45% e soma R$ 6 bilhões em setembro

por Redação
0 comentário

Os últimos números apresentados pela administradora de redes associativistas de farmácias Farmarcas, referentes ao mês de setembro, apontam que o conjunto das lojas atingiu faturamento de R$ 6 bilhões, o que representa um crescimento de 26,45% na comparação dos últimos 12 meses como o mesmo período do ano anterior. 

O crescimento se mostrou muito acima do mercado farmacêutico como um todo que cresceu no período 14,98%. Esse resultado junto com um crescimento sustentável dos associados mostra os acertos das estratégias inovadoras que estão sendo tomadas. 

Atualmente, a Farmarcas é composta por 1.364 farmácias de onze redes: AC Farma (51 lojas), Bigfort (51), Entrefarma (105), Farma 100 (14), Farmavale (19), Maestra (14), Mais Farma (20), Maxi Popular (85), Mega Popular (4), Megapharma (5), Super Popular (38) e Ultra Popular (958).

Com farmácias em quase todo o país, a Farmarcas consegue manter um alto padrão de serviços prestados para essas lojas graças a um processo agressivo de digitalização, capaz de surpreender até as iniciativas mais bem sucedidas dos principais players do varejo.

Para se diferencia em um mercado de grande concorrência a empresa se atentou à necessidade de impulsionar o processo de digitalização dessas farmácias, que atualmente abrande todas as áreas da farmácia, envolvendo consumidores, lojistas associados, parceiros e os próprios processos da central administrativa. Os resultados obtidos recorrentemente pela Farmarcas prova de que a estratégia está sendo muito bem-sucedida.

“Temos como foco um amplo planejamento, que busca olhar tendências antes do mercado. Interessante observar que independentemente da situação econômica muito do país, os faturamentos de nossas redes aumentaram. O mais importante, crescemos acima da média de forma sustentável”, analisa do presidente da Farmarcas Edison Tamascia.

Segundo a Farmarcas, os pilares que possibilitaram o crescimento foram o fortalecimento do relacionamento com parceiros, indústria, distribuidores e prestadores de serviço; aceleração da jornada digital do cliente, do associado e dos processos internos; melhoria da comunicação e criação do canal de capacitação do empresário e seus colaboradores; manutenção da certificação do GPTW – Great Place to Work como melhor empresa para se trabalhar em sua categoria, além de proporcionar satisfação aos associados em relação às entregas da Farmarcas.

“Tudo o que diz respeito ao nosso planejamento estratégico e sua execução está organizado de acordo com uma série de rituais e processos”, afirma Paulo Costa, diretor geral da empresa.

Segundo Ângelo Vieira, diretor de comunicação e operações da Farmarcas, o resultado é um crescimento consistente para todo o grupo e uma busca cada vez mais pelo uso desse modelo por muitos empresários. “Tem bastante gente interessada eu usar nossas bandeiras, mas a gente foi evoluindo muito no processo seletivo. Hoje, mais de 80% das nossas lojas são montadas por empresários que já têm uma farmácia nossa. Nós não temos essa preocupação de fazer abertura desenfreada de lojas, assim aumentamos muito o nível de exigência sobre novos associados.”

Toda essa preocupação, diz Vieira, proporciona às lojas das redes diferenciais como padronização da apresentação e do atendimento, além de uma grande profissionalização dos gestores, o que faz com que o crescimento da rede seja natural e que as projeções para os próximos anos sejam bastante audaciosas, mas, possíveis.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside