GestãoNewsletter

Olympus desenvolve aplicações de alto desempenho e uso intenso de dados

0

A Olympus, o principal fornecedor mundial de endoscópios e outros dispositivos médicos, selecionou o AIRI, Arquitetura de Referência de Inteligência Artificial da Pure Storage para apoiar o rápido desenvolvimento de IA da empresa.

O AIRI é uma infraestrutura moderna de IA arquitetada em conjunto com o FlashBlade da Pure e NVIDIA DGX-1 Systems, e entrega à Olympus velocidade, escalabilidade e flexibilidade necessários para desenvolver e implementar continuamente aplicações de alto desempenho e com uso intensivo de dados. A plataforma FlashBlade Unified Fast File and Object (UFFO) hospeda centenas de terabytes de dados, alimentando imagens e outros dados em IA e machine learning para produzir resultados cada vez mais precisos ao longo do tempo.

Quando a Olympus adotou o AIRI em sua arquitetura, a empresa também obteve o provisionamento de armazenamento sob demanda para ambientes de contêineres. O suporte proativo da Pure permitiu o lançamento de uma plataforma e ambiente de desenvolvimento de IA baseado em contêineres, enquanto ajudou a impulsionar o uso mais eficiente dos recursos em geral. Isto aumentou a velocidade de entrega do ambiente de desenvolvimento de IA capacitando os desenvolvedores com recursos de autosserviço. Além disso, as soluções FlashBlade e Evergreen da Pure apoiam as atualizações rápidas, eliminando os períodos de inatividade.

“Na pesquisa e desenvolvimento relacionados à IA, é gerada uma grande quantidade de dados de imagem e a infraestrutura para armazená-la se tornou prioridade. Além disso, com o aumento de temas de desenvolvimento de IA, agora é essencial um ambiente que utilize os recursos da GPU de forma eficiente. E é por isso que nosso maior desafio era preparar um ambiente flexível capaz de resolver estas questões”, explica Shuta Yanagita, gerente de Estratégia de Software na Olympus.

Com 70% da participação no mercado mundial de endoscópios gastrointestinais, na Olympus, a quantidade de dados tratados no desenvolvimento de IA aumenta constantemente e espera-se que a capacidade de armazenamento também seja expandida. Além disso, é esperada que a taxa de uso por desenvolvedores também aumente no futuro.

“Há um enorme potencial para a inovação na área da saúde com base na Inteligência Artificial. É uma honra para a Pure que a Olympus esteja usando o AIRI para avançar no campo da medicina e ajudar médicos no mundo inteiro”, diz Yoshiyuki Tanaka, presidente da Pure no Japão.

Com a Pure, a Olympus conseguiu acelerar o tempo de lançamento de soluções inovadoras no mercado. Com a integração do AIRI e do Red Hat OpenShift, seus desenvolvedores podem rapidamente girar os ambientes de desenvolvimento e simplificar a entrega de armazenamento para aplicações nativas de contêineres usando o Red Hat OpenShift. Ele ajuda a Olympus a acelerar o lançamento de aplicações e explorar as possibilidades virtualmente ilimitadas para resolver os desafios globais de saúde.

Startup oferece linha de crédito específica para estudantes de medicina e médicos recém formados

Artigo anterior

Farmácias precisam se prevenir para não ter que remediar multas com base na LGPD

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Mais Gestão