InovaçãoNewsNewsletter

epharma inova com plataforma voltada para ESG

0

A epharma lança a mais nova plataforma viva ESG. A companhia inova com a navegação “viva” e dinâmica de consumidores, stakeholders e investidores, para que possam acompanhar online cada etapa de desenvolvimento dos projetos voltados para as temáticas sociais, ambientais e de governança, com foco em dez principais metas para 2025.

Entre as estratégias de ESG, a empresa estabeleceu como foco a ampliação do acesso a saúde aos brasileiros, por meio, inclusive, de ações já em prática. Um exemplo disso é a parceria com a ONG Expedicionários da Saúde, que oferece atendimento médico gratuito às populações indígenas da região amazônica com apoio de assistência farmacêutica de colaboradores voluntários desde 2014. Outro exemplo, é o desenvolvimento de programas que facilitam o acesso a medicamentos, como os de alto custo e alta complexidade, através do e-commerce lançado exclusivamente aos pacientes e familiares para compra direta de fármacos destinados ao tratamento de doenças oncológicas, raras e imunossupressoras.

“Nosso propósito social, com foco em acessibilidade, tem origem na nossa própria atuação: nossos 1.600 Programas de Benefícios de Medicamentos geraram acesso ao tratamento medicamentoso e proporcionaram economia de R$ 1,4 bilhões em 2021 a milhões de brasileiros. Com o lançamento da plataforma viva ESG da epharma, queremos mostrar os investimentos nos meios ambiental, social e de governança para estabelecer nosso capital social e ganhar confiança para colaborar ainda mais com o ecossistema da saúde no país, o que nos torna mais resilientes em períodos difíceis”, pontua Eduardo Mangione, CEO da companhia.

O futuro é agora

Pensando no futuro próximo, as metas de desempenho em aspectos ESG sinalizam o real compromisso da epharma. Dentro dos próximos três anos, a companhia visa alcançar, por exemplo, 100% de equidade salarial entre gêneros e raças, 40% de mulheres na liderança e 35% de diversidade e inclusão entre os colaboradores. Atualmente, os números correspondem respectivamente a 90,1%, 14% e 24,9% no quadro de funcionários.

No aspecto social, o intuito é mobilizar 15% dos epharmers a se tornarem voluntários em ações sociais, além de beneficiar 200 mil vidas através desses mesmos projetos e destinar R$ 500 mil para diferentes causas. Hoje, 7% dos epharmers já são voluntários e cerca de 80 mil vidas foram impactadas positivamente, enquanto a companhia designou pouco mais de R$ 85.2 mil para este fim.

E a preocupação ambiental não fica para trás. Até 2025, serão 200 mil kWh de energia renovável sob contratos NET ZERO, uma meta bastante ousada, considerando que a epharma está aderindo agora à energia sustentável.

“Acreditamos que nossas metas são perfeitamente tangíveis, por isso temos como objetivo inserir a companhia em práticas que estejam integradas às suas estratégias, impactando positivamente o bem-estar da sociedade. Com isso em mente, pretendemos conduzi-las de forma transparente e proativa, com intuito de obtermos crescimento com uma abordagem sustentável ao longo prazo”, destaca Marcos Inocencio, Diretor Corporativo da epharma e responsável pelo projeto ESG.

Pesquisa internacional indica Hospital Santa Isabel como o melhor de Santa Catarina

Artigo anterior

SAÚDE DIGITALK entrevista Plínio Targa, CEO da brain4care

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também pode gostar