quarta-feira, maio 22, 2024
Home Artigos Saúde mental dos colaboradores deve ser prioridade para a produtividade empresarial

Saúde mental dos colaboradores deve ser prioridade para a produtividade empresarial

por Daniel Scarafia*
0 comentário

Diante dos complexos desafios que o mundo dos negócios enfrenta, desde uma pandemia em andamento, a invasão da Ucrânia, a inflação (a maior em décadas) e os temores de uma recessão iminente, é compreensível que as organizações sejam hiperativas. No entanto, sem o equilíbrio certo focado nas pessoas e sua saúde mental, operar um negócio saudável simplesmente não é possível.

O trabalho em casa, que se disseminou diante do período pandêmico, evidenciou ainda mais este ponto. Embora eliminasse longos deslocamentos e oferecesse aos trabalhadores mais tempo com a família; para muitos, a linha entre trabalho e casa começou a se confundir, criando uma sensação de excesso de trabalho e esgotamento. Além disso, o isolamento e a solidão profissional começaram a impactar a força de trabalho, afetando a saúde mental e as relações pessoais e profissionais.

Por esta razão, é fundamental que as organizações considerem o estado de saúde dos seus colaboradores numa perspectiva holística, englobando mente, corpo e espírito, de forma a construir e cultivar ambientes empáticos, diversos e inclusivos.

Após a pandemia, as pessoas dedicaram um tempo para repensar o que é importante e o que é necessário para prosperar em seus ambientes de trabalho, em vez de simplesmente suportar as mudanças. Ao mesmo tempo, as organizações devem demonstrar um compromisso com seus profissionais, a partir de uma cultura de compreensão e bem-estar. Dessa forma, os líderes podem criar o tipo de experiência positiva que as pessoas precisam para serem produtivas, felizes e entusiasmadas com seu trabalho e contribuições.

Estamos certamente em um mundo novo, onde as pessoas procuram obter muito mais de sua experiência de trabalho. Em 2020, a Gallup descobriu que a maioria dos trabalhadores com menos de 40 anos estava “desengajada” em suas ocupações e quase dois terços “não estavam progredindo”. estão procurando uma nova oportunidade, um novo começo.

Então, como uma organização responde a essas demandas? Onde eles começam a fazer da saúde mental uma prioridade de negócios?

Os líderes devem apoiar e se envolver uns com os outros para entender onde está sua organização e o que seus funcionários precisam; podemos não ter todas as respostas. No entanto, o importante é participar, fazer perguntas e ouvir.

A partir daí, muitas opções podem ser tomadas, como criar grupos de recursos para funcionários, desenvolver novos programas e iniciativas de benefícios de saúde e bem-estar, enfatizar o desenvolvimento profissional, criar uma cultura organizacional que permita flexibilidade para pausas e práticas que promovam o bem-estar fora do ambiente de trabalho. horas de trabalho e durante as férias. 

Na Hitachi Vantara, estamos particularmente orgulhosos de nosso programa de saúde mental, o First Aiders, projetado para aumentar a conscientização e estimular o diálogo sobre os desafios e sucessos da saúde mental, e representa uma resposta de base a um apoio identificado pelos colaboradores.

O resultado tem sido grandes encontros mensais voltados à promoção da saúde mental, com a presença de várias centenas de colaboradores para discutir desafios e apoiar ideias. Podemos não ter todas as respostas, mas precisamos tornar esses tipos de programas e processos de suporte mais permanentes em nossas organizações.

A saúde e o bem-estar de nossos funcionários são tão importantes quanto a saúde de nossos negócios. Portanto, deve ser priorizado não apenas porque afeta a produtividade dos negócios, mas também porque é a coisa certa a fazer para nossas equipes.

*Daniel Scarafia e vice-presidente para América Latina da Hitachi Vantara.

 

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside