terça-feira, abril 23, 2024
Home News CT Vacinas usa workstation para produzir vacina brasileira contra Covid-19

CT Vacinas usa workstation para produzir vacina brasileira contra Covid-19

por Redação
0 comentário

Com a alta demanda por imunizantes para o combate à Covid-19, desde abril de 2020, um grupo de mais de 40 pesquisadores do CTVacinas, um dos mais importantes laboratórios de pesquisas em biotecnologia do Brasil, passaram a se dedicar ao desenvolvimento da primeira vacina 100% brasileira contra o novo coronavírus.

Para o desenvolvimento do novo imunizante, o CTVacinas adquiriu um novo espectrômetro, equipamento que identifica moléculas por meio da medição de sua massa e característica de estrutura química e, assim, realiza a qualificação molecular. No entanto, além do espectrômetro, o centro necessitava de um computador de alto desempenho para o processamento do imenso volume de dados envolvendo a SpiN-TEC UFMG MCTI, codinome pelo qual vem sendo chamada a vacina no âmbito do laboratório.

Diante disso, o CTVacinas iniciou pregão, em junho do ano passado, para a compra de uma workstation para complementar a operação. A solução escolhida foi a ThinkStation P620, da Lenovo, na qual é feita diretamente a detecção e análise dos dados provenientes do espectrômetro, para realizar a caracterização e controle de qualidade do imunizante por meio da técnica de espectrometria de massas.

Diana Paola Gómez Mendoza, pós-doutora em biologia molecular e pesquisadora do CTVacinas que lidera o laboratório de espectrometria de massas, conta que, para trabalhar em conjunto com um equipamento robusto como o espectrômetro, era necessária uma workstation com alto poder de processamento, armazenamento e memória, em vez de um computador comum, para suportar e analisar aproximadamente 1 GB por arquivo.

“O tempo inteiro nós geramos dados. Sem o suporte de uma máquina de alto desempenho, nós não teríamos capacidade de backup suficiente para manter os programas que fazem a busca em bancos de dados de predição de estrutura química e suas composições”, conta a pesquisadora.

O processo para a implementação do equipamento da Lenovo levou menos de três meses para ser concluído, terminando em setembro de 2022. Diana relata que o diferencial para a escolha da máquina foi atendimento direto e próximo da Lenovo, o que foi crucial para detalhar as especificações técnicas para o uso em conjunto com o espectrômetro. A ThinkStation P620 é a primeira workstation com o processador AMD Ryzen Threadripper PRO do mundo e foi customizada no México para o CTVacinas com sete discos SSD e 256 GB de memória RAM, contando também com dois monitores ThinkVision S24e com ajustes ergonômicos integrados.

A pesquisadora destaca a capacidade do equipamento. Segundo ela, “o processo de leitura de dados vindos do espectrômetro exige muito, então, com essa workstation, é nítido que conseguimos fazer análises com mais velocidade e eficiência, obtendo resultados em até uma hora”, relata Diana. Com o apoio da solução da Lenovo, a SpiN-TEC UFMG MCTI teve a primeira aplicação em voluntários em novembro do ano passado e está a caminho da segunda fase de testes, que deve acontecer a partir deste mês.

Leandro Lofrano, diretor de produtos da Lenovo para o mercado corporativo, afirma que “é uma honra para a companhia, em parceria com o CTVacinas, promover o desenvolvimento da ciência brasileira por meio de tecnologias inovadoras como as preparadas para a linha ThinkStation. Por isso, trabalhamos dia após dia para oferecer em nosso portfólio cada vez mais soluções focadas em ajudar as empresas e instituições do Brasil, dos mais variados setores e tamanhos, para continuarem no caminho da transformação digital em prol da nossa sociedade.”

Para maior tranquilidade da equipe de pesquisa do CTVacinas, a ThinkStation P620 foi adquirida com cinco anos de garantia e com o Premier Support, serviço de assistência técnica prioritária da Lenovo, que garante assistência no próximo dia útil e acesso prioritário a peças para a ThinkStation, todos os dias, em qualquer hora e lugar. Diana destaca a importância do serviço agregado e projeta novas aquisições para o laboratório. “A experiência que estamos tendo com o suporte e soluções da Lenovo, algo que não tivemos com outras fabricantes, foi determinante para nós”, afirma a pesquisadora.

O CTVacinas é um dos mais importantes laboratórios de pesquisas em biotecnologia do Brasil. Situado dentro do polo de biotecnologia do Parque Tecnológico de Belo Horizonte (BH-TEC), foi criado em 2016 a partir da parceria entre o Instituto René Rachou da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz-Minas) e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). A instituição conta com mais de 80 pesquisadores, das mais diversas áreas da ciência e da tecnologia, que atuam no desenvolvimento de vacinas para doenças humanas e veterinárias, além de kits para o diagnóstico.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este website.

SAÚDE DIGITAL NEWS é um portal de conteúdo jornalísticos para quem quer saber mais sobre tendências, inovações e negócios do mundo da tecnologia aplicada à cadeia de saúde.

Artigos

Últimas notícias

© Copyright 2022 by TI Inside